PlayStation Blast
Ei, você aí. Nosso fórum contém uma gama diversificada e grande de discussões que você poderia fazer parte! Além dos membros serem educados e atenciosos. Então por que não se cadastra aí? Venha discutir conosco e fazer amizades aqui, no Fórum PlayStation Blast!

[ESPECIAL] 10 anos de Kingdom Hearts

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[ESPECIAL] 10 anos de Kingdom Hearts

Mensagem por Warrior em Sab 24 Mar 2012, 16:37

Dive To The Heart - Destati:
CRÉDITOS
Birth By Sleep: DarkRoxas
Kingdom Hearts: Warrior
Chain of Memories: Warrior
358/2 Days Am0n
Kingdom Hearts II: Warrior e DarkRoxas
Coded: Am0n
Dream Drop Distance: Am0n


Agradecimentos a todos que contribuíram com o tópico; Am0n, com os avatares e os resumos, e DarkRoxas, que gentilmente cedeu um resumo de BBS; Rafa teve de abandonar o tópico por motivos pessoais.

Tudo começou em 2002, no dia 28 de março é lançado no Japão um novo jogo de RPG de ação para o PlayStation 2, que misturava duas grandes franquias: Final Fantasy e Disney. Criada por Tetsuya Nomura, Kingdom Hearts teve sucesso imediato logo no seu primeiro jogo! Já era de se esperar que a série rendesse continuações para diversos consoles e foi o que aconteceu.
A série apresenta um enredo atraente e profundo ao mesmo tempo, contém os carismáticos personagens da Disney, a ação de Final Fantasy... Esses e outros fatores que contribuíram para que a franquia alcançasse o sucesso. Foi uma grande sacada da Square-Enix e Disney Interactive.
Atualmente a série está no seu sétimo jogo (da série principal, sem contar os remakes) e está com lançamento previsto, no Japão, para março. Este é Kingdom Hearts 3D: Dream Drop Distance, para o novo portátil 3D da Nintendo, o 3DS. Além de o jogo apresentar novidades como os Dream Eaters e a aparição dos personagens de The World Ends With You (DS), tem a promessa de comemorar o 10º aniversário da franquia com um incrível game.
Confira agora o especial da comemoração dos 10 anos de Kingdom Hearts, feita por mim, pelo Am0n e pelo DarkRoxas. Boa leitura!

Resumos (contém spoilers!)
Kingdom Hearts 3D é o sétimo capítulo da cronologia, portanto, para entender os eventos que ocorrem no jogo é preciso entender o que ocorreu anteriormente. Aqui disponibilizamos os resumos dos jogos anteriores, para se adaptar ao novo jogo, mas nós recomendamos que jogasse os jogos listados.
Lembrando: Contém spoilers!



Dearly Beloved:
Abertura japonesa (Simple And Clean):
Kingdom Hearts: Birth by Sleep – PSP (9 de janeiro de 2010)
Kingdom Hearts: Birth by Sleep se passa 10 anos antes do primeiro Kingdom Hearts, ou seja, funciona como um prólogo. Este é um dos jogos que mais detalha a história, a aprofundando ainda mais.

Tudo começa com um homem encapuzado carregando um garoto enrolado em lençóis brancos, em uma ilha muito familiar (Destiny Islands). O garoto, chamado Ventus, parece ter perdido parte do coração. Uma voz misteriosa pergunta para ele se ele não quer "dividir" o coração com ele e Ventus aceita. No exterior, o homem encapuzado se surpreende ao ver Ventus chamar sua Keyblade e a erguer.

De volta ao presente, Ventus, na Land of Departure, mundo em que ele tem residido, se dirige para um local para assistir a uma chuva de meteoros. Lá, há uma cutscene semelhante à que tem no primeiro Kingdom Hearts. Ventus é acordado por Aqua, sua amiga e Terra aparece. Aqua distribui amuletos da sorte, chamados de Wayfinder, para cada um dos três. Então, Terra e Aqua decidem treinar para o Exame da Marca da Maestria (Mark of Mastery Exam), um teste importante realizado por um Mestre da Keyblade para ver se um Escolhido da Keyblade vira um Mestre da Keyblade. Ventus se oferece para ajudar.

No dia seguinte, o Exame da Marca da Maestria começa, com a presença de Master Xehanort, o antigo mestre de Ventus. No início do Exame, Master Xehanort modifica com Trevas os alvos de Terra e Aqua, envolvendo Ventus no teste. No final, quem acaba virando Mestre da Keyblade é Aqua. Eraqus, realizador do Exame e mestre de Terra, Aqua e Ventus, diz para Terra que ele não foi aprovado por causa das Trevas dentro dele (aqui fica claro que Eraqus não gosta das Trevas e acredita que elas são totalmente o mal). Depois, há uma cena entre Master Xehanort e um garoto mascarado. Depois, outra cena com o garoto mascarado, que se chama Vanitas. Este incita Ventus a sair de Land of Departure, dizendo que Terra está deixando o mundo também. Isso tudo está nos planos de Master Xehanort e Vanitas, Ventus cai direitinho, saindo de lá, indo atrás de Terra. Aqua recebe a missão de levar Ventus de volta para Land of Departure e parar Terra. Mas antes disso, os Unversed, inimigos principais deste game, são mencionados.

Então, os três viajam por diversos mundos da Disney, revivendo as histórias dos filmes/desenhos em que eles apareceram. Eles encontram Malévola em uma dessas viagens. Terra, Aqua e Ven se encontram diversas vezes com Vanitas e há também algumas cenas com Terra conversando com Master Xehanort (sem saber da verdadeira natureza dele). Em um dos encontros com Vanitas, Ventus conhece Mickey.
Então, os três vão parar em Radiant Garden, conhecida como a Cidade da Luz, onde praticamente não existem Trevas. Lá, Terra se encontra novamente com Master Xehanort. Ventus tenta entrar em Hollow Bastion, castelo de Ansem the Wise e conhece alguns dos que virarão Nobodies no futuro: Aeleus (Lexaeus), Dilan (Xaldin), Even (Vexen), Ienzo (Zexion), Lea (Axel) e Isa (Saix).

Aqua defende Kairi de um ataque de Unversed. Neste momento, Kairi acidentalmente toca na Keyblade de Aqua e isso faz com que ela possa usar uma Keyblade (isso explica aquela cena em KH II em que ela usa uma Keyblade). Depois de alguns problemas, Terra, Aqua e Ven se reencontram, derrotando juntos um Unversed gigante. Depois, os três discutem e Terra se retira. Ventus vai atrás dele. Terra não deixa Ventus ir com ele e vai embora de Radiant Garden. Aqua decide seguir Terra e pede para Ven voltar para Land of Departure. Ven desobedece e vai atrás dos amigos.

Mais viagens em mundos da Disney e Terra se dirige para Destiny Islands. Lá, ele vê Sora e Riku brincando juntos. Neste momento, Terra fica os observando bem. Quando os dois estavam prestes a se retirar da ilha, Riku e Terra iniciam uma conversação. Terra se impressiona com o que Riku lhe diz e decide fazer um ritual com Riku, o dando a capacidade de utilizar uma Keyblade no futuro. Um pouco mais tarde, Aqua também vai para Destiny Islands e ela também conhece Sora e Riku. Ela pensa seriamente em passar para Sora o poder de utilizar uma Keyblade, mas ela percebe que Terra já fez isso com Riku. Para evitar brigas entre os dois amigos, Aqua desiste de fazer isso. Depois, Ven se reencontra com Master Xehanort e então ele diz que pretende usar o coração de Ven para forjar a X-Blade. Ele diz que Eraqus sabia disso desde sempre e Ven decide voltar para Land of Departure para confrontar Eraqus, que decide eliminar Ven para atrapalhar os planos de Master Xehanort.

Master Xehanort chama Terra para a Keyblade Graveyard e conta a ele o que está acontecendo com Ventus. Terra decide ir atrás dele e também retorna para a Land of Departure. Ao chegar lá, Terra chega assim que Eraqus ia atacar Ventus, mas Terra entende as coisas errado e ataca Eraqus, que não vê outra escolha, senão eliminar ambos. Na luta, Eraqus demonstra mais uma vez o desprezo dele pelas Trevas. Depois da batalha, Terra e Eraqus se mostram arrependidos por essa luta e Master Xehanort mata Eraqus. Master Xehanort diz para Terra ir para à Keyblade Graveyard, além dele destruir Land of Departure.

Em Destiny Island, Ven se reencontra com Vanitas e descobre sobre seu passado. Ele descobre como ele foi forçado por Master Xehanort, seu antigo mestre, a lutar contra Heartless para poder aumentar as Trevas no coração dele e poder forjar a X-Blade. Ven se mostrou fraco para Master Xehanort e não quis lutar contra os Heartless. Então, Master Xehanort decide ele mesmo extrair as Trevas do coração do rapaz e assim nasce Vanitas. Agora, o coração de Ven é Luz pura, enquanto que o de Vanitas são Trevas puras. No processo de extração, o coração de Ven é severamente danificado (e isso nos leva à cena do início do jogo). Lá, Ven é instruído por Vanitas a ir para a Keyblade Graveyard. Aqua descobre sobre a morte de Eraqus através de Yen Sid e este a instrui a ir para a Keyblade Graveyard também.

Terra, Aqua e Ven se reúnem na Keyblade Graveyard. Lá, ainda há resquícios da misteriosa Keyblade War. Master Xehanort e Vanitas aparecem. Master Xehanort revela que pretende forjar a X-Blade para invocar Kingdom Hearts e iniciar outra Keyblade War. E também que pretende tomar o corpo de Terra para o seu coração, para poder ver por muito tempo seus planos se realizando. Uma batalha se inicia, com Xehanort congelando Ven e Vanitas atacando Aqua por trás, fazendo-a desmaiar. Quando Ven e Aqua foram derrotados, Terra, em fúria, deixa seu coração ser tomado pelas Trevas, permitindo a entrada do coração de Xehanort em seu corpo e isso é realizado com sucesso. Nasce então "Terranort", mas Terra não sumiu completamente. Dentro da armadura de Terra, encontrava-se sua mente, que continuava a lutar. Vanitas explica que os Unversed nascem dele e quando são derrotados, retornam para seu corpo. Ventus consegue se descongelar e luta contra Vanitas. Essa luta resulta na união de seus corações e a X-Blade é forjada. Dentro do coração de Ventus, uma batalha final é travada contra Vanitas, que portava uma X-Blade incompleta. Ao vencer a luta, o seu coração e a X-Blade são completamente destruídos. Aqua e Mickey voltam para Yen Sid e este explica a situação de Ventus, de que ele não irá acordar a não ser que seu coração se restaure. Aqua então retornar para a Land of Departure destruída e aciona um "mecanismo de segurança do mundo", em que o castelo e o mundo se reconfiguram, se transformando em Castle Oblivion. Lá dentro, Aqua coloca o corpo de Ventus na Chamber of Waking. Ela retorna para Radiant Garden e encontra Terranort por lá. Os dois lutam. Ao perder, Terranort tranca seu coração perdendo suas memórias. Vendo o corpo do amigo sucumbindo em Trevas, Aqua retira sua Keyblade Armor e a entrega para Terranort, junto com ela usa Keyblade, para evitar que ele se perdesse nas Trevas. E então, Aqua fica presa no Reino das Trevas. Depois de um tempo, Ansem the Wise encontra Terranort desmaiado e sem suas memórias e o acolhe, aceitando-o como seu aprendiz. Braig apenas sorri e se lembra que tudo estava ocorrendo como planejado (Braig (Xigbar) sabia que Terranort era Master Xehanort).

Em Destiny Islands, Sora sente uma repentina tristeza. Riku explica que alguém em algum lugar do universo estava sofrendo e então, em seu Dive to the Heart, Sora encontra-se com o coração de Ven, que pede que Sora possa acolhê-lo. Sora concorda e a partir deste momento, ele ganha a habilidade de usar uma Keyblade.
Final secreto - Blank Points:

Dearly Beloved:
Abertura (Simple and Clean):
Kingdom Hearts - PlayStation 2 (28 de março de 2002)
A história já começa com Sora (um garoto de catorze anos) caindo na Dive To The Heart. O chão é cristalizado com a imagem da Branca de Neve e os sete anões, aparecem três armas: um escudo, uma espada e um cajado. Sora escolhe duas, depois o chão se estilhaça, fazendo Sora cair novamente. "Pousa" em outro chão de cristal, com a imagem da Cinderela. Aqui, Sora tem seu primeiro confronto com Heartless, que são facilmente derrotados.
Sora é mandado para outro lugar, com uma porta grande, que reluz ao se abrir. Sora está em Destiny Islands, sua ilha natal, ele responde algumas perguntas e novamente é mandado à Dive To The Heart, onde enfrenta Darkside. [Durante o tempo que Sora passou por este lugar, foi antecipado alguns dos acontecimentos futuros].

Sora acorda em Destiny Islands, onde vive com seus dois melhores amigos: Riku e Kairi. Os três planejam uma jornada, viajar a mundos desconhecidos, já estava com barcos prontos. Na noite antes da viagem, a ilha é invadida por monstros sombrios, Sora procura por seus amigos. Avista Riku, que desaparece diante das sombras. Logo em seguida Sora está com uma arma na mão, a Keyblade. Ele a usa para se defender contra os monstros.
Sora vai até a caverna secreta, onde Kairi está diante de uma porta, ela chama por Sora e desaparece nos braços do garoto. A porta solta uma rajada de ventos fortes que manda Sora para longe. Acorda a deriva da ilha, que está destruída. Novamente, Sora tem uma batalha contra Darkside. Após vencê-lo, Sora é sugado por uma nuvem negra.

Enquanto isso o mago do Disney Castle, o Pato Donald, foi à Câmara de Audiência dar um bom-dia ao Rei Mickey. Mas atrás trono aparece Pluto com uma carta do rei, Mickey escreveu que saiu do castelo para conter o crescente poder das trevas e pede ao Donald e ao escudeiro Pateta para que encontrem a "chave" [Keyblade]. Os dois usam a Gummi Ship, nave operada por Tico e Teco, para viajar até a Traverse Town.

Sora acorda no primeiro distrito Traverse Town, onde derrota mais Heartless. Encontra Leon e Yuffie, que explicam a Sora que os Heartless consomem corações e a Keyblade é a única arma capaz de derrotá-los; que Ansem andou estudando as criaturas e escreveu relatórios sobre o tema (Ansem's Report), porém as páginas estão espalhadas em diversos mundos. Donald e Pateta encontram Aerith, amiga de Leon, que também explica a eles sobre o tema.

De repente Heartless aparecem, Donald e Pateta encontram Sora, os três se unem para enfrentar Guard Armor. Após a batalha, os três se apresentam e explicam seus problemas. O grupo decide unir forças, assim o trio principal estava formado. O Grilo Falante também embarca na aventura, sob as ordens da rainha Minnie, como o "cronista real".

Então, eles viajam por diversos mundos da Disney, trancando as Keyholes (fechaduras), onde neste os Heartless passam para tirar os corações dos mundos. Durante as viagens, foram encontradas páginas dos relatórios de Ansem. Um grupo de vilões, liderados pela Malévola, rapta as sete Princesas do Coração (Princesses of Heart - Kairi, Alice, Branca de Neve, Jasmine, Bela, Cinderela e Aurora), cujos corações são livres do poder das trevas e, quando unidos, irá invocar a Final Keyhole que leva à Kingdom Hearts. No grupo dos vilões, Riku é um dos membros, se uniu às forças da vilã para salvar Kairi. [Riku ganhou o poder das trevas, mas como o coração humano comum não é páreo, gradativamente o poder consumia seu coração.]

Sora e seus amigos chegam à Hollow Bastion, terra natal de Ansem e onde Malévola está. Fera aparece, querendo salvar Bela, mas Riku impede com um golpe. Sora interrompe e Riku toma a Keyblade, alegando que ele é quem é destinado a tê-la e o garoto era apenas um "entregador". Donald e Pateta, que tem a ordem de seguir a "chave", saem atrás dela. Sora se une ao Fera, que está ferido, para salvar as princesas. Chegam ao hall de entrada do castelo, onde Riku aprece junto com Donald e Pateta. Sora desafia Riku, Donald e Pateta se unem ao Sora, que diz que seu poder são os seus amigos, imediatamente a Keyblade volta para Sora.
Riku perde a batalha e foge, encontra um homem encapuzado, que o convence a se aliar à escuridão.

A Final Keyhole está se formando no Grand Hall, onde Malévola e Riku (com roupas diferentes e uma voz "duplicada") estão. Porém falta um coração, o de Kairi, estão com o corpo, mas sem ele. Sora e o grupo aparecem, Malévola tenta impedi-los, mas é derrotada. Riku mostra o poder de sua nova Keyblade, tem o poder de destrancar o coração das pessoas, e o usa em Malévola, que se transforma num dragão. Novamente ela é derrotada.

Riku conta a Sora sobre Kairi e revela que está possuído por Ansem. Ainda diz que o coração de Kairi está dentro de Sora desde a destruição de Destiny Islands. Acontece a batalha e Riku perde, Sora não pode selar a Final Keyhole, pois está incompleta. Então usa a Keyblade de Riku para libertar o coração de Kairi, mas acaba virando um Heartless (Shadow); o coração de Kairi volta a seu corpo, completando a Final Keyhole. Ansem aparece para atacar, porém uma luz de Riku o impede. Donald, Pateta e Kairi fogem.
Sora chega ao hall do castelo, onde estava seus amigos, volta à forma humana devido à chamada de Kairi. [Quando Sora libertou o coração, ele mergulhou em sombra profunda. Quando Kairi clamou por ele, Sora conseguiu sair e voltar à forma humana.]
Kairi é deixada em Traverse Town, ela dá a Sora um amuleto (parecida com a Wayfinder, de Aqua em BBS), com a promessa de que o garoto traga o objeto de volta. Sora e o grupo vão até a Final Keyhole, mas Behemoth aparece para proteger. É derrotado e Sora tranca a Keyhole de Hollow Bastion e as princesas são libertadas.

Ansem estava em End of The World, onde existem pedaços de outros mundos que foram levados por Heartless. Sora e o grupo chegam ao mundo, onde na Final Rest Area, vê a mesma porta que havia visto quando estava na Dive To The Heart. Ao entrar, está de volta em sua ilha, mas consumida pelas trevas. Ansem desafia uma batalha e Sora vence.
O trio vai parar no abismo infinito, onde está a porta para Kingdom Hearts. Ansem crê que lá é escuridão, mas Sora diz que Kingdom Hearts é luz. A porta se abre, revelando imensa luz, que faz Ansem morrer.
Ao trancá-la novamente, o grupo percebe que Rei Mickey e Riku (que está de volta ao normal) estão lá dentro, todos ajudam a fechar a porta, pois existem muitos Heartless atrás do rei e de Riku. Sora e Mickey usam o poder das Keyblades para trancar, assim os mundos atacados por Heartless voltam ao normal.

Kairi é mandada de volta para Destiny Islands, Sora promete, antes de se separarem, que eles vão se reunir em algum dia.
Sora, Donald e Pateta estão a procura do rei, mas não sabem por onde começar, Pluto aparece com uma carta do Mickey.
-----
O final secreto do jogo se passa um ano depois, em The World That Never Was, onde um garoto misterioso com duas Keyblades (Roxas) encontra Riku, querendo saber onde está Sora.
Another side, Another story {deep dive}:



Dearly Beloved:


Abertura Re:Chain of Memories (Simple and Clean):
Kingdom Hearts: Chain of Memories - Game Boy Advance (11/11/04)
Kingdom Hearts Re:Chain of Memories - PlayStation 2 (29/03/07)
Chain of Memories continua exatamente onde Kingdom Hearts I acabou: Sora, Donald e Pateta vão atrás de Pluto ver a carta do rei Mickey. Acabam parando em uma bifurcação; Donald e Pateta, cansados, tiram uma soneca. Um homem encapuzado aparece e fala para Sora coisas incompreensíveis e some, a bifurcação desaparece, virando um só caminho.

O caminho acaba levando ao Castle Oblivion. Entram, achando que Riku e Mickey podem estar por lá. Ao pisarem neste castelo, todos esqueceram todas as habilidades e magias que sabiam e que cada vez que forem mais fundo no castelo, suas memórias irão desaparecer.
O homem encapuzado cria, a partir das memórias de Sora, um baralho; todos os poderes e memórias de Sora estão nas cartas. Sora usa a World Card de Traverse Town na porta, que reluz ao abrir.

Sora estava no primeiro distrito de Traverse Town, Donald e Pateta não estavam com Sora. De repente duas cartas aparecem, após uma luz, se revelam ser Donald e Pateta. A cada momento que um Heartless é derrotado, uma carta de mapa aparece, Sora usa para abrir novos locais.
Encontra Leon, Yuffie, Aerith e Cid, eles se esquecem de Sora, Donald e Pateta, mas não esquecem os nomes. Leon dá um tutorial sobre o combate por cartas.

Ao sair de Traverse Town e seguirem caminho para o segundo andar do castelo, aparece outro homem encapuzado revelando ser o Axel. Após uma batalha onde Sora sai vitorioso, Axel dá mais cartas ao Sora. São de mundos da Disney que Sora visitou anteriormente (com exceção de Deep Jungle, o mundo do Tarzan).

Com o passar dos mundos, Sora e o grupo enfrentavam novamente os vilões da Disney e a cada andar que avançava suas memórias eram perdidas ou distorcidas. Quando chegaram ao quinto andar, Larxene aparece e ataca Sora, que deixa o amuleto (que Kairi havia dado a ele) cair. Sora não reconhece o objeto, muito menos quem o emprestou, até se lembrar: foi Naminé quem deu o objeto a ele. Vencida a batalha contra Larxene, Sora recebe mais cartas de mundos Disney.

Enquanto isso Marluxia, o chefe do castelo, mandava Naminé alterar as memórias de Sora [como se vê acima].
Durante alguns interlúdios entre os andares, Sora enfrentava réplicas de Riku (que ele acreditava ser o real, devido às alterações das memórias). A réplica foi criada por Vexen, para manipular Sora a acabar com a Organização XIII.

Quando chega ao décimo primeiro andar, Sora vence a luta contra Vexen e recebe a carta de Twilight Town. Sora nunca visitou o lugar, mas diz que "é familiar".
No final do andar Vexen aparece novamente e após perder outra batalha contra Sora, estava prestes a revelar os planos de Marluxia (como a existência de Roxas e sobre a réplica de Riku), mas Axel invade e mata Vexen.

Ao chegar no interlúdio para o décimo segundo andar (Destiny Islands), houve um desentendimento e Sora deixa Donald e Pateta para trás. Após derrotar Darkside, Sora vê Naminé. A garota revela que nunca esteve na vida de Sora, que vivia solitária, então diz que chamou o coração de Sora para o Castle Oblivion. Ao olhar novamente para Naminé, Sora vê a imagem de Kairi, ele a reconhece, mas não se lembra do nome.

Ao sair de Destiny Islands, Sora tem mais uma batalha com a réplica de Riku. Larxene invade o local e "desliga" Riku, conta que Naminé é capaz de invadir o coração das pessoas e alterar as memórias com lembranças falsas, revela também sobre a réplica de Riku. Larxene estava prestes a atacar Sora, quando Donald e Pateta aparecem para defendê-lo. Sora vence a batalha, Larxene fica muito ferida e morre.
Naminé revela que, sob as ordens de Marluxia, foi obrigada a alterar as memórias de Sora, ainda diz que ele pode recuperar as memórias no décimo terceiro andar.

Ao chegar no último andar, Sora novamente enfrenta Axel. Vencida a batalha, agora Sora luta com Marluxia, Riku Replica volta para proteger Naminé. Porém, Marluxia era só uma cópia, o verdadeiro esperava Sora na sala seguinte. Marluxia estava em sua segunda forma, como Grim Reaper (na versão do PS2 existe uma terceira forma, como Angel of Death). Sora o derrota, fazendo Marluxia desaparecer num turbilhão de pétalas de rosa.
Sora sai da sala e a tranca com a Keyblade. Naminé estava livre e Riku Replica sai a procura de suas origens, agora Sora tinha uma escolha: lembrar de tudo que aconteceu no castelo e nunca mais recuperar suas memórias perdidas ou o contrário. Sora escolhe a segunda opção. [Naminé teria de desfazer as alterações que ela fez, para assim realinhar as memórias perdidas].
Sora, Donald e Pateta são levados a uma máquina chamada Memory Pot, onde vão mergulhar num sono profundo e as memórias perdidas serão recuperadas.
Antes de cair no sono, Sora promete à Naminé que a verá novamente.


Reverse/Rebirth Mode (Riku's Story)
Riku acorda no décimo terceiro subsolo do Castle Oblivion, aqui seu coração reage com o de Sora. Ele ouve uma voz, recebe a carta de Hollow Bastion. O lugar é criado a partir de suas memórias (como Sora). No fim do mundo Riku encontra novamente Malévola, que impõe para que ele se alie às trevas, Riku nega e parte para batalha.
Riku chega ao interlúdio para o décimo segundo subsolo e encontra Ansem, que revela ser a voz que ele ouvia e quer que Riku se oponha à luz. Apesar de poderoso, Ansem perde de Riku, que tem a ajuda do Rei Mickey. Ansem dá uma carta de mundo ao Riku.

Riku ainda tem as trevas em seu coração, o que possibilita ele assumir a forma Darkness, Mickey está para ajudá-lo a se livrar disto. Riku também tem outro poder, é capaz de sentir o "cheiro" das trevas. Riku vai subindo os subsolos passando por mundos e enfrentando os vilões da Disney. Enquanto isso, Sora vai subindo os andares superiores.

Ao chegar no interlúdio para o nono subsolo, Riku encontra Vexen. Travam uma batalha e Riku vence. Apesar da derrota, a luta foi útil para Vexen, que conseguiu coletar dados das memórias de Riku para aplicar na sua réplica. No fim do oitavo subsolo, Riku tem a luta contra sua réplica. Riku vence e a réplica foge.

Riku continua subindo os subsolos enfrentando mais vilões da Disney. Enquanto isso, Vexen e Larxene já foram derrotados. No interlúdio para o terceiro subsolo, Riku encontra Lexaeus, que assim como já se viu, quer que ele se alie à escuridão. Lexaeus deixa Riku inconsciente com o poder de seu machado e estava prestes a matá-lo, mas Ansem toma o corpo de Riku e rapidamente mata Lexaeus. Riku está em mergulho profundo na escuridão, antes de sobrecarregá-lo totalmente por Ansem, Mickey salva Riku e o retira da escuridão.

Muitos andares acima, Sora derrota Marluxia, garantindo a liberdade de Naminé. Já no terceiro subsolo, Zexion aparece e entrega uma carta a Riku, era de Destiny Islands. Riku derrota Darkside. Encontra Sora (que é Zexion disfarçado), que diz que está na hora de encarar a luz. Riku começa a desaparecer diante da luz profunda, mas Kairi diz que nem a luz e nem a escuridão pode derrotá-lo, que ele deve aceitar os dois para afugentar seus medos. Riku assume a forma Darkness e golpeia Sora, revelando ser Zexion. Após a luta, Riku sai vitorioso e admite que a escuridão é parte dele. Zexion some, mas é morto por Riku Replica que está com Axel.

Riku chega na porta do segundo subsolo, porém Ansem invade seu corpo. Mickey aparece novamente para salvar. Riku fica feliz por ter um amigo de verdade como o rei, Mickey mostra a carta que tinha achado: Twilight Town. Ao entrar Ansem aparece, mas Riku percebe que não é o verdadeiro, pois não tem o "cheiro das trevas" e acaba revelando ser DiZ. Riku pergunta o que ele deseja e DiZ responde que quer saber qual caminho Riku vai escolher (as trevas ou a luz), pois ele está "no meio". Riku diz que quer deixar que Naminé responda para ele, que é quem ele procura.

No fim de Twilight Town, encontra o Riku Replica que desafia uma batalha para mostrar que é "digno". Replica quer matar Riku, pois assim acaba se tornando único. Riku consegue matar a réplica.

Riku encontra Naminé, onde vê Sora na Memory Pot, e explica a sua situação. Naminé sugeriu para que ele se esquecesse das trevas, mas para isso teria que dormir como os outros. Riku se recusa, querendo fazer isso por si só, ainda diz à garota que soube que ela era Kairi, pois sentiu o "cheiro".

DiZ dá ao Riku a última carta para ele enfrentar Ansem, Riku já sabe qual caminho seguir. Ao chegar no fim do primeiro subsolo, a batalha contra Ansem ocorre. Riku nega o medo a escuridão e diz que não "suporta o fedor". Ansem é derrotado, mas antes de sumir, diz que uma parte dele está em Riku e promete que vai retornar.

Mickey diz ao Riku que a escuridão é parte dele, que não é de todo ruim e que já escolheu qual caminho seguir: da luz ou das trevas. Riku agora tem um forte vínculo de amizade com o rei.

Riku e Mickey usam os trajes da Organização XIII que DiZ havia dado a eles. DiZ faz a pergunta ao Riku, que não escolhe nenhum dos dois, mas sim o do "meio". DiZ pergunta se é o caminho sombrio para o "anoitecer", Riku nega e diz que é para o "amanhecer".
Riku não consegue se livrar da escuridão por completo. Decide voltar para o DiZ e oferecer ajuda. Riku põe uma venda nos olhos, porque "seus olhos não podem mentir" sobre a escuridão que ele está desejando usar e disse para Mickey não testemunhar.


Dearly Beloved:
Abertura (Sanctuary):
Kingdom Hearts: 358/2 Days - Nintendo DS (29 de setembro de 2009)
O jogo conta a história de Roxas antes dos eventos em Kingdom Hearts II.
Quando Sora se transforma em um Heartless (Shadow) no primeiro Kingdom Hearts, Roxas é encontrado por Xemnas em Twilight Town e o nomeia o décimo terceiro membro da Organização. Xemnas é o líder da Organização XIII, cujo objetivo é coletar os corações que são resgatados quando um Heartless é destruído pela Keyblade para poder formar Kingdom Hearts e se tornarem seres completos.
Todos os dias, Roxas é enviado em missões para outros mundos, acompanhado ou sozinho, para destruir Heartless e coletar corações.
Roxas é colocado sob os cuidados de Axel, com quem ele faz amizade e passa seu tempo livre no fim de cada dia sentado no topo da Torre de Relógio de Twilight Town, falando o que vem à cabeça e tomando sorvete de sal-marinho (Sea-Salt Ice Cream).

Na cena de abertura, Xemnas fala sobre os Heartless, a Keyblade e sobre o objetivo da Organização XIII.
Após isto, é mostrada uma cena em que Axel pergunta para Roxas se ele tem certeza de que não tem coração. Logo depois começa a abertura "de verdade" apresentando todos os membros da Organização e mostrando cenas de Chain of Memories e Kingdom Hearts II, acompanhados pela bela música Sanctuary, de Utada Hikaru.

Cada parte do jogo é dividida em dias, e eles vão passando, até chegar ao dia 358. O nome do jogo é baseado na estadia de Roxas na Organização e o /2 significa meio dia. O dia 359 é a primeira parte de Kingdom Hearts II, mas Roxas não chega a completar o dia, pois acorda Sora.

O jogo começa no sétimo dia, quando Xion é apresentada.
A aparência de Xion varia de pessoa pra pessoa. Depende da relação com ela. Os primeiros dias são apenas de tutoriais.

Um dia, Axel e outros membros são mandados ao Castle Oblivion (começando o enredo de Chain of Memories), deixando Roxas para ser o parceiro de Xion, que como Roxas, pode usar uma Keyblade, mas desconhece seu passado. Xion começa a se abrir para Roxas, que sugere que ela vire amiga dele e do Axel assim que ele retornar.
Mas, Roxas cai em um coma e não revive até muitas semanas depois, quando descobre que todos os membros da Organização no Castle Oblivion, exceto Axel, foram eliminados.
Quando Sora cai no sono para ganhar de volta suas memórias perdidas depois dos eventos em Chain of Memories, observado por Riku, Naminé e DiZ, Roxas começa a experienciar as memórias de Sora, ficando muito curioso sobre o por quê ele pode usar uma Keyblade e fica frustrado por não ter suas perguntas respondidas. Ao mesmo tempo, Xion perde sua habilidade de usar a Keyblade, levando-a a um desaparecimento temporário. Quando Axel volta, ele e Roxas cobrem Xion até ela lembrar como convocar sua Keyblade e os três viram amigos próximos.

Enquanto isso, Sora, que ainda está dormindo, é movido do Castle Oblivion para Twilight Town por DiZ e Naminé, que estão observando a restauração das suas memórias. Xion acaba confrontando Riku, que traz à tona sua identidade e a autenticidade de sua Keyblade e sugere que ela saia da Organização para fundir com seu ser original.

Xion então se distancia de seus amigos para descobrir mais sobre si mesma. Eventualmente, ela descobre que não é um Nobody, mas uma Réplica criada por Xemnas a partir das memórias disseminadas de Sora. Além disso, as tentativas de Naminé de restaurar as memórias de Sora afetam não apenas Roxas, mas Xion também, prevenindo Sora de recuperar suas memórias. Dividida entre ficar com seus amigos e se fundir com Sora como o conselho de Riku, Xion eventualmente decide fazer a decisão que é melhor para todos e tenta fugir da Organização, particularmente quando seus poderes começam a crescer dramaticamente, enquanto Roxas fica mais fraco. Contudo, ela é forçada a lutar contra seus amigos, que são mandados para localizá-la quando ela escapar.

Durante uma missão de "achar-e-capturar", Xigbar e Axel encontram Xion no País das Maravilhas. Quando Xigbar se prepara para lutar com Xion, ele diz: "Você sempre teve essa cara convencida.". Sem Axel saber, Xigbar vê a aparência de Ventus. Enquanto Xigbar está distraído, Xion ataca e o derruba facilmente. Axel se pergunta o que acabara de acontecer diante de seus olhos.

Entendendo a situação de sua amiga, Axel deixa Xion escapar, mas perde a confiança de Roxas.
Sabendo da verdade sobre Xion de Xemnas, Roxas começa a duvidar dos motivos da Organização e de sua própria identidade, Roxas sai da organização.

Roxas se senta no topo da torre de relógio em Twilight Town e se pergunta "Onde eu achei que poderia ir?", arrependido de ter saído da organização.
Xion aparece e tira o capuz. Ela está com a aparência de Sora. Xion tenta absorver Roxas e se tornar um, mas assim o Sora de verdade nunca acordaria.
Contudo, Roxas luta e derrota Xion, que revela os motivos e intenções do Xemnas antes de se fundir com ele, que, por sua vez, pára a restauração das memórias de Sora completamente. Xion então morre pacificamente nos braços de Roxas e as memórias que absorveu retornam a Sora.
Ela não deixa nada além de uma concha marinha para trás, enquanto lágrimas correm pelo rosto de Roxas.
Roxas herda a Keyblade de Xion, tornando possível que ele use duas Keyblades de uma vez. Estas são Oblivion e Oathkeeper.

Pouco depois, Roxas encontra e batalha contra Riku em The City that Never Was. Riku havia sido mandado por DiZ para capturar Roxas e o fundir com Sora, completando a restauração das memórias.
Quando Riku está quase sendo derrotado, ele acorda a escuridão em seu coração, ganhando o poder necessário para derrotar Roxas, mas também dando a ele a aparência de Ansem SoD (Seeker of Darkness), que reside em seu coração.
Essa luta faz parte do segundo final secreto de Kingdom Hearts, chamado "Another Side, Another Story [deep dive]".

Riku consequentemente leva o inconsciente Roxas para DiZ, que o digitaliza e o coloca em uma Twilight Town virtual.

A cena final, "Day 359: The First Day", mostra Roxas na Twilight Town virtual pensando em como tudo parecia um sonho e sobre seu destino enquanto corre até o Usual Spot, pensando se ele, Hayner, Pence e Olette finalmente irão à praia. Esta cutscene é o começo de Kingdom Hearts II.


Dearly Beloved:
Abertura japonesa (Passion):
Kingdom Hearts II - PlayStation 2 (22 de dezembro de 2005)
Kingdom Hearts II continua onde 358/2 Days acabou: Roxas está na Twilight Town digital com seus amigos Pence, Olette e Hayner. Roxas não se lembra de nada quando estava na Organização XIII, ele faz anotações em seu diário de tudo que faz na cidade. São seis dias que os acontecimentos são com Roxas, com o passar dos dias Roxas vai tendo sonhos de eventos que Sora viveu nos jogos anteriores.

No primeiro dia uma estranha criatura (Nobody) roubava fotos e, quando roubou a câmera de Pence, Roxas vai atrás dele. Ao chegar na frente da velha mansão, Roxas luta contra a criatura. Mas é ineficaz, de repente a Keyblade aparece nas mãos de Roxas, cuja arma ele não reconhece. Facilmente Roxas derrota o Nobody fazendo as fotos "voarem".

Enquanto isso as memórias de Sora estão sendo recuperadas e vão aparecendo diversas imagens dos eventos que ele passou (isso também nos sonhos de Roxas). No segundo dia, Roxas fica confuso em relação à Keyblade. Seus amigos decidem ir à praia, então para isso os quatro vão à procura de empregos atrás de munnies ("dinheiro"). Na cidade vai ter um campeonato de Struggle, onde Roxas e Hayner vão participar.
No fim do dia todos arrecadam um total de 5000 munnies, o necessário para comprar as passagens. Roxas vê, por um curto tempo, um homem encapuzado, que rouba seus munnies. Porém seus amigos não viram o homem e acabaram perdendo o trem.

No terceiro dia Roxas encontra Naminé, que diz que quer conhecê-lo melhor. Roxas vai até à mansão, mas Nobdies aparecem para atacar. Roxas, de repente vai parar na Dive To The Heart, no chão a imagem é de Sora, seus amigos e Destiny Islands. Roxas recebe a Keyblade e continua seguindo caminho derrotando Nobodies. Roxas confronta com Twilight Thorn e vence.
Roxas cai na escuridão e Naminé o salva. Após se apresentar, Naminé pergunta a Roxas se ele conhece seu verdadeiro nome, mas o homem encapuzado interrompe e manda Roxas de volta para Twilight Town.

Começa o quarto dia e Roxas vai até o Sandlot, onde vai ocorrer torneio de Struggle. O jogo se passa em uma arena, onde os competidores lutam entre si com uma arma e, ao golpear o oponente este deixa cair esferas, vence que coletar mais esferas de sua cor (azul ou vermelha), o vencedor ganha o troféu Four Crystal e ainda enfrenta o campeão do esporte: Setzer (de Final Fantasy VI).
Roxas derrota Hayner e consegue chegar à batalha final, que seria com Vivi, mas Nobodies invade o local. O tempo para, e a Keyblade surge nas mãos de Roxas, ao derrotá-los, Axel aparece. Roxas não o reconhece, Axel diz que ele é o número treze e que é portador da Keyblade. Após Roxas vencer a luta contra Axel, DiZ aparece desmentindo o que Axel havia dito, Roxas fica confuso em relação a isso.
Os dois somem e o campeonato de Struggle continua, onde Roxas vence Vivi e é o novo campeão do torneio. Após vencer Setzer, Roxas recebe também o cinturão de Struggle.
Roxas e seus amigos se reúnem na torre do relógio, Roxas distribui um dos cristais do troféu a seus amigos. Roxas escorrega e cai da torre do relógio.

Enquanto isso em Destiny Islands, Kairi conversando com Selphie, diz se lembrar de Riku, mas não consegue lembrar nada de Sora. Naminé, colocando seu coração em contato com o de Kairi, fez entrasse em contato com Roxas, que está caindo. Kairi diz querer saber o nome de Sora e Roxas deixa uma dica: "começa com S".
Kairi manda uma mensagem na garrafa para Sora, lembrando da promessa de que irão se ver em algum dia.

Roxas acorda no quinto dia, confuso, o que na verdade era sonho? Ele vai até o Usual Spot se encontrar com os amigos. As férias de verão estão acabando e eles tem de se reunir para o trabalho escolar, Pence sugere pesquisar sobre "As Sete Maravilhas de Twilight Town" (que são estranhos fenômenos que ocorrem na cidade), enquanto Hayner e Olette vão pesquisar mais rumores sobre a cidade. Roxas vai junto com Pence.
Todos tomam o trem para Sunset Terrace. Depois de Roxas encontrar as seis maravilhas (que na verdade são "bugs" da Twilight Town virtual), todos se reúnem na Sunset Hill para ver o "trem fantasma", somente Roxas vê.
Ao tomarem o trem de volta. Roxas vai até a Velha Mansão, Pence aparece e diz que pretende visita-la no dia seguinte.

Roxas vai parar na sala da mansão, que é idêntica a uma sala do Castle Oblivion. Ele vê os desenhos de Naminé, em um deles está Sora, Donald e Pateta, que Roxas os reconhece. Naminé fala que está quase restaurando as memórias de Sora e, consequentemente, vem afetando Roxas também (isso explica os sonhos que ele tem) e ainda diz que ele e Sora estão conectados.
Naminé se apresenta, dizendo que tem poder sobre as memórias de Sora e aqueles em torno dele.

No sexto dia, Roxas vai até a Velha Mansão, onde encontra Naminé novamente. Ela explica que ele é um Nobody, mas Roxas não sabe o que era isso. Ao explorar o restante da mansão, Roxas encontra um porão secreto. Após o confronto com DiZ, Roxas vê Donald, Pateta e Sora dormindo na Memory Pot. Roxas se funde com Sora.

Sora (agora com quinze anos) acorda, depois de um ano recuperando as memórias. Reencontra Donald e Pateta, no diário de Grilo Falante, todas as anotações foram apagas, restando apenas a frase "Agradeça a Naminé".

Sora e seus amigos tomam o "trem fantasma" até a Mysterious Tower, onde lá encontram Yen Sid, que é quem vigia o Realm Between. Yen Sid explica sobre os Nobodies e a Organization XIII. Sora vai à sala a frente onde encontra Flora, Fauna e Primavera (as três fadas de A Bela Adormecida), onde ganha uma roupa nova que faz Sora assumir formas mais fortes, se fundido com Donald e/ou Pateta.

Os três viajam pelos mundos da Disney, alguns já vistos e outros são novos. Sora reencontra Riku diversas vezes em vários mundos, só que ele não sabe que era Riku, pois ele usava uma roupa igual a dos membros da Organization XIII.

A Guerra em Hollow Bastion, que já está aos poucos voltando a ser o que era antes. Esta guerra é entre Heartless e Nobodies, Leon e os outros personagens de Final Fantasy precisam da ajuda de Sora, Donald e Pateta. Aqui nessa guerra tem uma explicação sobre Xehanort e que Ansem SoD era na verdade seu Heartless e que o líder da Organization XIII, Xemnas, é seu Nobody.

Sora luta contra Demyx e Pateta é atingido por uma rocha, desmaiando, fazendo todos acreditarem que ele foi morto. Mickey e Sora tem um ataque de fúria e os dois correm em direção aonde a guerra estava mais se concentrando. Lá, descobre-se que Pateta estava só desmaiado, Sora e seus amigos lutam contra os mil Heartless. Chegando ao final, Xemnas aparece, ele explica que estavam usando Sora para ele poder coletar os corações para a Kingdom Hearts deles. Sora fica meio deprimido por descobrir que estava sendo usado e perde um pouco a vontade de lutar contra os Heartless.

Axel sequestra Kairi em Destiny Islands e a leva para The Castle That Never Was em The World That Never Was. Saix continua a aborrecer Sora falando sobre Riku e Sora descobre que Kairi estava lá em Twilight Town, mas ela foi sequestrada.

Depois, voltam à Twilight Town novamente, descobre-se como entrar na Twilight Town virtual, criada por Ansem the Wise (DiZ) e é por ele que leva ao The World That Never Was, mas durante o caminho, diversos Nobodies aparecem impedindo a passagem. Axel se sacrifica para derrotar a grande leva de inimigos.

É neste mundo onde o castelo da Organization XIII se encontra, foi onde a luta entre Roxas e Riku aconteceu (final secreto de Kingdom Hearts I).

Em Memory's Skyscrapper, Roxas e Sora lutam (dentro do coração de Sora). Depois, Sora, Donald e Pateta vão para o The Castle That Never Was, lá eles derrotam Xigbar, Luxord e Saix. Sora, Riku e Kairi se reencontram depois de um ano. Ansem the Wise se sacrifica para destruir parte da Kingdom Hearts artificial e ele é mandado para o Reino das Trevas. Xemnas se funde com a Kingdom Hearts defeituosa e Sora e Riku derrotam ele. Aqui, Riku está com uma nova Keyblade: Way to the Dawn, que é uma versão "melhorada" da antiga Soul Eater. Há uma cena em que Naminé e Roxas voltam para Kairi e Sora, respectivamente. Depois disso, todos voltam para Destiny Islands, menos Sora e Riku que ficam presos em TWTNW e têm que lutar contra Xemnas uma última vez.

Lá, Sora e Riku conversam. A garrafa de Kairi chega em Riku e ele lê a carta. Ele a entrega para Sora que a lê também. Assim que Sora termina de ler a carta de Kairi a Porta da Luz se abre, os levando de volta para Destiny Islands. Lá, Sora devolve o Amuleto da Sorte para Kairi.

Depois dos créditos, há uma cena de Sora e Riku conversando sobre a Porta da Luz. Kairi chega correndo com uma garrafa com uma mensagem dentro. Sora vê o símbolo do Rei Mickey na mensagem e toma a garrafa da mão de Kairi e lê a carta.
Kingdom Hearts II - Ending:




Dearly Beloved:
Abertura japonesa Re:Coded (Simple and Clean):

Tradução:
Naminé: Adeus.
Sora: Não, Adeus não!
Sora: Quando eu acordar, eu vou te encontrar.
Sora: E então, não terão mentiras.
Sora: Seremos amigos de verdade. Me prometa, Naminé.
Kingdom Hearts: Coded - celulares (8 de novembro de 2008)
Kingdom Hearts Re:Coded - Nintendo DS (11 de janeiro de 2011)
O jogo se passa após os eventos de Kingdom Hearts II e segue a história do Grilo Falante (Jiminy Cricket), Rei Mickey, Pato Donald e Pateta em Disney Castle. Enquanto organiza as recordações em seus diários sobre as viagens com Sora e seus amigos, a curiosidade do Grilo sobre a frase "Agradeça a Naminé" resulta na descoberta de uma mensagem que ele não havia escrito: "Their hurting will be mended when you return to end it" ("Sua ferida será curada quando você retornar para acabar com ela"). Para investigar a mensagem, o Rei Mickey digitaliza o conteúdo do diário e entra no mundo simulado para investigar; despertando um Sora virtual (Data-Sora) na Destiny Islands virtual para descobrir a indentidade dos que estão sofrendo.

Quando Data-Sora acorda em Destiny Islands, ele encontra inúmeros "bugs", que tomam a forma de blocos vermelhos e pretos, cobrindo a ilha inteira. Após eliminar os Heartless e destruir os bugs, Data-Sora visita outros mundos infectados para trazê-los de volta ao normal, seguindo a figura encapuzada, por ordem do Rei Mickey.

Enquanto isso, os Heartless começam a aparecer em Disney Castle, e todos acabam presos na sala do computador. Para sua surpresa, eles são salvos por Data-Sora. De repente, a figura encapuzada revela ser o diário do Grilo tomando a forma de Riku, e explica que eles não estão mais no mundo real, mas no Banco de Dados (Datascape). Data-Sora então é mandado pelo Diário para descobrir sua verdadeira identidade, mas acaba encontrando os verdadeiros Malévola e Bafo de Onça, do mundo real.
Malévola destrói a Keyblade de Data-Sora e invoca Heartless para o atacar. Mickey e o Diário chegam para salvar Data-Sora, mas o Diário acaba sequestrado por Malévola, e Mickey vai atrás deles. Data-Sora consegue passar por Hollow Bastion, com a ajuda de Donald e Pateta. Eles encontram Bafo, que invoca o Diário e toma controle dele com os bugs. Data-Sora consegue derrotar o Diário, que cai inconsciente.

Mickey finalmente chega e informa Data-Sora que, a não ser que os bugs sejam destruídos, o Diário nunca irá acordar. Data-Sora então decide descobrir um jeito de acordar o Diário e entra no Banco de Dados de Data-Riku, perdendo todas as habilidades no processo. Os dois visitam vários mundos que estão na memória de Data-Riku e encontram o caminho de volta para Hollow Bastion, onde lutam e derrotam Malévola.
Enquanto isso, o Rei Mickey descobre que irá finalmente conseguir voltar ao mundo real, mas o Diário, uma vez completo, terá de ser deletado, o que siginificaria o fim das memórias de Data-Sora. Quando a hora chega, Sora pede mais tempo para salvar Bafo e Malévola, que ainda estão no Banco de Dados.

Data-Sora os encontra lutando contra o Heartless de Sora, mas Bafo e Malévola parecem ser deletados antes mesmo dele poder intervir. Data-Sora derrota o Heartless de Sora, e descobre que Bafo e Malévola foram resgatados pelo Diário através de "uma fenda nos dados". Eles saem do Banco de Dados logo após Mickey voltar ao mundo real, deletando o Diário. Uma nova mensagem aparece, dizendo que uma nova porta a um novo mundo foi aberta, que são os dados do Banco de Dados que foram adicionados ao Diário. Mickey, percebendo que isso poderia ser muito perigoso para Data-Sora, já que ele não se lembrava de nada, pede para entrar no Banco de Dados mais uma vez.

Ao encontrar Data-Sora em Traverse Town, Mickey o leva até Castle Oblivion onde Data-Sora é confrontado por um rapaz encapuzado. Ele conta ao Data-Sora que se ele quer saber a verdade, ele deve continuar sozinho através dos mundos que ele visitou anteriormente destruindo bugs. Durante esse tempo, ele percebe que mesmo que ele não lembre de alguém que ele conheceu, ainda há a tristeza de ter os esquecido. A figura encapuzada diz para ele não deixar isso o consumir. Data-Sora não liga para isso e luta contra a figura, que se revela ser Data-Roxas.

Após perder, Data-Roxas dá a Data-Sora uma carta, ao mesmo tempo que Mickey chega. Data-Sora abre a próxima porta e encontra Data-Naminé, que revela que os bugs foram um efeito colateral não-intencional das tentativas de restaurar as memórias do verdadeiro Sora. Então ela revela que Sora é "a chave que conecta tudo" através de seus laços com ela, Roxas, Axel e Xion. Além disso, Data-Naminé conta ao Data-Sora sobre três pessoas (Terra, Ventus e Aqua) que também estão ligadas ao coração de Sora, que são as pessoas referidas na mensagem e que precisam de ajuda. Mickey se despede de Data-Sora e promete a Data-Naminé que irá informar o verdadeiro Sora disto.

Mickey então manda a Sora uma mensagem na garrafa (A mesma que Sora recebe no fim de Kingdom Hearts II), a qual Sora lê com Riku e Kairi.
Re:Coded é a ponte para Kingdom Hearts 3D.


Dearly Beloved:
Kingdom Hearts 3D: Dream Drop Distance - 3DS (29 de março de 2012)
[informações]
Kingdom Hearts 3D: Dream Drop Distance foi o último jogo da série a ser anunciado. Neste jogo, Sora e Riku estarão tomando o Exame da Marca de Maestria (Mark of Mastery Exam) para se tornarem oficialmente Mestres da Keyblade. O exame dos heróis consiste em entrar no Reino do Sono (Realm of Sleep), achar e desbloquear os Sete Keyholes do Sono para que os mundos que estão dormindo sejam completamente restaurados. Dentro do Reino do Sono, Sora e Riku não lutam ao lado de personagens da Disney, mas sim de criaturas chamadas Dream Eaters. Os mundos que eles visitam estão em um sono tão profundo que nem os Heartless podem os invadir. No lugar deles, os Dream Eaters é que são os vilões. Mas calma, há dois tipos de Dream Eaters:

Os Spirits, que comem maus sonhos e plantam bons sonhos, e os Nightmares, que se alimentam de sonhos bons e plantam os maus.
Assim como os Heartless levam Sora aos Keyholes no Reino da Luz (Realm of Light), os Dream Eaters irão levar Sora e Riku até os Keyholes no Reino do Sono.

Durante a jornada, visitaremos mundos baseados em filmes como Tron: O Legado, O Corcunda de Notre Dame, Fantasia (1940), e Os Três Mosqueteiros. Nestes mundos, um garoto misterioso de cabelos brancos irá assombrar Sora e Riku junto com versões passadas de Master Xehanort, como Ansem: Seeker of Darkness e Xemnas e tentarão confundir Sora e Riku para que falhem no teste.
Segundo o diretor e criador da Série, Tetsuya Nomura, o título do jogo significa o seguinte:

Dream: O fato de Sora e Riku estarem no Reino do Sono.
Drop: O sistema de troca de personagens, a barra Drop introduzida no jogo.
Distance: Simboliza o espaço entre Sora e Riku, que estão separados em sonhos diferentes.

Os seus Dream Eaters companheiros são customizáveis e sobem de level sendo treinados e usando a função StreetPass. Também haverá multiplayer local no jogo, onde você usa seus Dream Eaters para lutar contra os de seus amigos com um sistema de cards que se assemelha ao de Chain of Memories.

Durante o filme de abertura, as duas telas do Nintendo 3DS irão ter ação. Isso mesmo!
Na tela superior, o filme em CGI, e na touch screen, haverá uma silhueta do Mickey, e tudo que ele fizer irá interferir no filme! Legal, né?

O jogo também tem uma característica chamada Free Flow action, que permite o jogador se movimentar mais rápido, girar em postes, surfar por corrimões e fios, pular de parede para parede e muitas outras coisas.

Mais informações do novo jogo viste o tópico oficial.
-----
Avatares

O Am0n fez avatares em comemoração ao aniversário da franquia. São de todos os jogos da série prinicipal, veja todos eles aqui!
---
"Fui apresentado à série em meados de 2006, quando eu tinha uns 8 anos. Fui na casa do meu amigo ver o Playstation 2 recém-comprado dele. Chegando lá, a primeira coisa que joguei foi Resident Evil 4, mas isso não importa. Algum tempo depois, a irmã dele pediu pra a gente deixar ela jogar.
Como não tínhamos nada pra fazer, ficamos olhando. O jogo que ela colocou era Kingdom Hearts. Ela já estava na metade do jogo ou mais, e no começo achei meio esquisito e não gostei da música da title screen. Após um tempo me acostumei e comecei a gostar. Eu quis aprender mais sobre a série e quando finalmente comprei o PS2, acabei comprando apenas o Kingdom Hearts II. Zerei e quando fui novamente à loja de games, pedi claramente pelo "Kingdom RÉRTS Um". Para minha surpresa, o cara me deu o Final Mix ao invés do original. Por ser em japonês, tive dificuldades para jogar, mas consegui terminar com a ajuda de um detonado.
Após zerar os dois primeiros, parti para o Re:Chain of Memories, que nunca zerei por causa do Vexen. Aquele maldito escudo. Fiquei uns anos parado sem jogar ou ver qualquer coisa sobre a série, mas em 2010, quando comprei meu DS Lite, descobri que havia um jogo da série disponível para o console. Obviamente, baixei a ROM o mais rápido que pude. Sim, eu joguei 358/Days num R4. Taquem suas pedras.
Depois de zerar algumas vezes, deixei o jogo parado novamente devido ao lançamento japonês de Pokémon Black/White. Eram bons os tempos em que se ficava desesperado esperando por um patch,
e aquela emoção de quando este funcionava. Ops, estou fugindo do assunto, né? Então em 2011, foi lançado o Re:Coded, também para DS. Joguei no R4 também. Só fui descobrir o Birth by Sleep no fim do ano, e quase zerei no PSP do meu amigo. Mas ele teve que viajar e fiquei sem terminar o jogo, lol.
Agora estou gozando a cada informação de Kingdom Hearts 3D: Dream Drop Distance que sai. Mal posso esperar pelo jogo, quando lançar, vou jogar o dia inteiro. Very Happy"
- Am0n


"Desde pequeno eu sempre curti os filmes da Disney, consequentemente seus jogos também. Tinha um SNES e gostava dos jogos que existiam como Magical Quest, Mickey Mania e as adaptações dos filmes. Porém quando ganhei meu PS1, os jogos não se igualavam aos do SNES, salvo algumas exceções.
Foi isso até eu ganhar meu PS2 no natal de 2007. Meu primo havia me emprestado um jogo no qual ele chamava de "RPG da Disney", quis testar para ver no que tratava, pois nunca ouvi falar em RPGs da Disney. Era Kingdom Hearts! Não dei muita bola para a Dearly Beloved e muito menos nos vídeos (ficava tentado pular, mas não dava, rs), mas tudo isso foi só para testar o jogo, gostei da jogabilidade e falei "tenho de saber mais sobre este jogo!". Depois de reiniciado, curtindo a grande Dearly Beloved e em seguida ouvindo a bela música Simple and Clean de Utada Hikaru, jogar KH foi, além de uma nostalgia, foi também uma emoção.
O enredo muito bom, personagens carismáticos e muita ação, Kingdom Hearts é, sem sombra de dúvidas, o melhor jogo da Disney já feito e um dos melhores RPGs de ação!
Obviamente ao me encantar com o primeiro, tive de jogar as continuações! Consegui terminar Re:Chain of Memories e Kingdom Hearts II.
Porém não tive a oportunidade de jogar as versões do DS e do PSP, mas mesmo assim estou ansioso para poder jogá-los algum dia e, ao mesmo tempo, fico muito ansioso pelo novo Kingdom Hearts 3D. A série rendeu ótimos momentos e deve ser jogado àqueles que também sempre curtiu a Disney e está atrás de bons RPGs! ^^"
-Warrior


Última edição por Warrior em Sab 24 Mar 2012, 19:30, editado 1 vez(es)

Warrior
Veterano Nv.35
Veterano Nv.35

Karma Karma : 134
Posts Posts : 1485

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [ESPECIAL] 10 anos de Kingdom Hearts

Mensagem por SkullWardo em Sab 24 Mar 2012, 19:16

Muito bom o especial!
Eu tinha KH pra PS2 mas nunca dei atenção, vou ver se consigo ele de novo ^^

SkullWardo
Membro Nv.2
Membro Nv.2

Karma Karma : 4
Posts Posts : 40

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [ESPECIAL] 10 anos de Kingdom Hearts

Mensagem por UchihaZoro em Sab 24 Mar 2012, 19:23

Vou ser sincero.
Não li tudo, depois leio. :haha:
Até a parte em que eu li, estava falando muito bem sobre o jogo, joguei apenas o Kingdom Hearts 2, gostei bastante, vou ver se ainda finalizo o 1 também, e comprarei o de 3DS ^^
Parabéns pela ótima Analise/Homenagem !!
Tive que Karmar! Very Happy

UchihaZoro
Veterano Nv.MÁX
Veterano Nv.MÁX

Karma Karma : 383
Posts Posts : 4616

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [ESPECIAL] 10 anos de Kingdom Hearts

Mensagem por Tio Gustavo em Sab 24 Mar 2012, 20:03

Caraca, isso sim é tópico sobre um jogo Very Happy Parabéns!!!!!!
---
Não li tudo também porque não curto muito KH, joguei o de DS.

Tio Gustavo
Veterano Nv.35
Veterano Nv.35

Karma Karma : 31
Posts Posts : 1406

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [ESPECIAL] 10 anos de Kingdom Hearts

Mensagem por Fillipe20 em Sab 24 Mar 2012, 20:18

SkullWardo escreveu:Muito bom o especial!
Eu tinha KH pra PS2 mas nunca dei atenção, vou ver se consigo ele de novo ^^

Estou tentando desde ontem conseguir esse KH mas tá tenso T_T

Fillipe20
Veterano Nv.4
Veterano Nv.4

Karma Karma : 5
Posts Posts : 491

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [ESPECIAL] 10 anos de Kingdom Hearts

Mensagem por Convidado em Sab 24 Mar 2012, 21:30

Muito bom mesmo, lhi com calma para eu entender. Parabens Warrior. Karmado!!

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [ESPECIAL] 10 anos de Kingdom Hearts

Mensagem por Convidad em Sab 24 Mar 2012, 22:15

Não li nem 3 linhas!
Mais eu não conhecia esse jogo! fui descobrir por sua Sign Warrior

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [ESPECIAL] 10 anos de Kingdom Hearts

Mensagem por Warrior em Dom 25 Mar 2012, 00:25

Obrigado pessoal!^^
Peço desculpas pela demora do tópico, por causa do colégio ando muito ausente no fórum.
---
Player: jogue KH, vale muito a pena. Smile

Lembrando que quarta-feira (dia 28) a série completa 10 anos. cheers

Warrior
Veterano Nv.35
Veterano Nv.35

Karma Karma : 134
Posts Posts : 1485

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [ESPECIAL] 10 anos de Kingdom Hearts

Mensagem por Pedro?! em Dom 25 Mar 2012, 00:39

Alguém já reparou a grossura da canela do Sora? :haha:

Pedro?!
Membro Nv.22
Membro Nv.22

Karma Karma : 5
Posts Posts : 240

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [ESPECIAL] 10 anos de Kingdom Hearts

Mensagem por Fillipe20 em Dom 25 Mar 2012, 02:43

Pedro?! escreveu:Alguém já reparou a grossura da canela do Sora? :haha:

Aham,tá anorexico

Fillipe20
Veterano Nv.4
Veterano Nv.4

Karma Karma : 5
Posts Posts : 491

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [ESPECIAL] 10 anos de Kingdom Hearts

Mensagem por Convidad em Dom 25 Mar 2012, 08:26

10 anos de existência e nunca joguei nenhum

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [ESPECIAL] 10 anos de Kingdom Hearts

Mensagem por Fillipe20 em Dom 25 Mar 2012, 08:31

Hitsugi escreveu:10 anos de existência e nunca joguei nenhum

Somos 2 T_T (infelizmente pra mim,pois sempre ouvi coisa boa de KH)

Fillipe20
Veterano Nv.4
Veterano Nv.4

Karma Karma : 5
Posts Posts : 491

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [ESPECIAL] 10 anos de Kingdom Hearts

Mensagem por Felico em Dom 25 Mar 2012, 12:46

nossa, acabei de ler ótimo trabalho de vocês, e tenho que dizer, ESTOU COM MUITA VONTADE DE JOGAR KH!!!!, essa história é magnífica :B

Felico
Veterano Nv.25
Veterano Nv.25

Karma Karma : 36
Posts Posts : 1011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [ESPECIAL] 10 anos de Kingdom Hearts

Mensagem por Fillipe20 em Dom 25 Mar 2012, 23:10

Graças a esse tópico veio uma motivação em mim a jogar algum jogo da franquia,mas achar aqui onde moro é muito difícil,mas finalmente consegui,o que consegui foi o : Kingdom Hearts Birth by Sleep

Capa:


Gostaria de saber se com esse jogo consigo "jogar tranquilamente" ou ele não é o ideal para quem tá começando?


Obs : Para minha infelicidade só tinha em japonês T_T ... mas irei jogar assim mesmo.


Última edição por Fillipe20 em Dom 25 Mar 2012, 23:18, editado 1 vez(es)

Fillipe20
Veterano Nv.4
Veterano Nv.4

Karma Karma : 5
Posts Posts : 491

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [ESPECIAL] 10 anos de Kingdom Hearts

Mensagem por Convidado em Dom 25 Mar 2012, 23:16

Como é o estilo dele? Assim se assemelha a Chaos Legion?

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [ESPECIAL] 10 anos de Kingdom Hearts

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 16:31


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum