PlayStation Blast
Ei, você aí. Nosso fórum contém uma gama diversificada e grande de discussões que você poderia fazer parte! Além dos membros serem educados e atenciosos. Então por que não se cadastra aí? Venha discutir conosco e fazer amizades aqui, no Fórum PlayStation Blast!

Senhor dos Aneis: Guerra do Norte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Você gosta dos jogos do Senhor dos Aneis?

80% 80% 
[ 4 ]
0% 0% 
[ 0 ]
20% 20% 
[ 1 ]
 
Total dos votos : 5

Senhor dos Aneis: Guerra do Norte

Mensagem por Convidado em Qua 21 Nov 2012, 23:22

Detalhes:

- Título:
Lord of the Rings: War in the North

- Gênero: RPG de Ação

- Desenvolvedor: Snowblind Studios (responsável por jogos fantásticos de RPG de ação como Baldur's Gate Dark Alliance e Champions of Norrath)

- Distribuidora: Warner Bros. Interactive Entertainment

- Nota ESRB: M para maiores

- Data de lançamento: 1 Nov 2011

- Idiomas: Inglês*, Alemão*, Francês*, Italiano*, Espanhol*, Russo, Polonês, Português-Brasil

*idiomas com suporte total de áudio
Sobre o jogo:

The Lord of the Rings: War in the North é um RPG de ação em co-op que leva você e seus amigos em um novo e brutal capítulo na guerra do anél. A Snowblind Studios é a encarregada nesta tarefa de buscar inspiração de ambos os filmes oficiais e as obras literárias, permitindo os jogadores de manchar os seus machados de sangue em uma variedade abundante de mortais inimigos, e percorrer tanto localidades já antes retratadas pelos livros e filmes, quanto também novas antes nunca vistas. O resultado disso tudo é uma jornada de escala épica que todo fã de Tolkien não pode perder.

Características principais:

Acção * Atende RPG - combate intenso, visceral, e satisfatória. Rich, progressão do personagem em camadas, e impactante. Na Guerra do Norte, você tem as duas. Encontrar e equipar o melhor loot, atualizar o seu herói usando uma ampla gama de habilidades e itens, e sentir a satisfação intensa de apressar-se em batalhas em tempo real com os amigos ao seu lado. Luta através das realidades brutais da guerra em todas as frentes que foram trazidos para a vida no folclore. Mergulhe e faça a sua própria marca na Terra-média.

* Co-op em seu núcleo - Construa sua própria comunhão de três heróis para enfrentar o crescente exército no Norte. A sobrevivência de seu grupo e todos da Terra-média depende de seus heróis exclusivamente qualificados que trabalham em conjunto. Você deve lutar juntos ou você vai morrer sozinho, e estas altas apostas tornar a experiência de jogar juntos tanto social envolvente e incrivelmente satisfatório. A primeira vez que você salvar um amigo que foi agarrado por um troll e está desesperadamente gritando por ajuda, você vai entender o que queremos dizer.

* Uma história não contada - Enquanto muita atenção e foco foi colocado na jornada do Um Anel, o ataque à Terra-média atinge todos os cantos do mapa. Guerra do Norte se transforma a nossa atenção para uma parte integrante da história que está fundamentada em detalhes dentro dos livros e vários apêndices. Isto não é de alguém luta. Este é o seu próprio esforço para forragem uma maneira através da paisagem escura, perigosa e desconhecida, defendendo tudo o que é seu. Esta é a sua guerra.


Heróis:


Um dos Guardiões do Norte, protetores secretos das terras, uma vez governado por seus antepassados. A vida de um Ranger é um difícil, para sobreviver, ele tem dominado muitas habilidades. Sempre em desvantagem, ele aprendeu táticas de evasão, permitindo-lhe tomar os inimigos de surpresa ou para escapar de um local apertado. Ele é um mestre arqueiro, capaz de derrubar os inimigos de longe. E quando stealth e tiro com arco são inúteis, ele é mais do que capaz com arma e escudo, dual-armas ou espadas de duas mãos.

Estória fazer Personagem:

Eradan filho de Baranor é um Ranger do Norte, parte da raça Dúnedain que, na época da Guerra do Anel poderia ainda ser encontrados habitando em terras do noroeste da Terra-média. A vida de um Ranger é difícil e tentando, mas é um Eradan viveu por mais de 30 anos, apesar de que seria difícil para muitos a acreditar que, olhando para ele, pois como muitos de seus parentes, ele é mais velho do que ele parece ser.

O sangue de Númenor é forte em Eradan e ele pode rastrear sua herança de volta para cavaleiros que serviram Elendil, o Alto, enquanto ele ainda estava um senhor de Númenor. Eradan tem orgulho da longa história de sua família, de servir os Herdeiros de Elendil, apesar da fragmentação e destruição do seu reino de Arnor.

Eradan foi levantado em um assentamento Dúnedain pequeno escondido no terreno conhecido como o ângulo, perto da confluência dos rios e Hoarwell Loudwater no leste de Eriador. Como muitos de seus parentes, Eradan perdeu seu pai, Baranor, enquanto ainda um menino. Baranor destino é incerto, pois ele era parte de um Ranger empresa que simplesmente não conseguiu voltar de uma patrulha ao longo das franjas ocidentais das Montanhas Sombrias.

Apesar da tragédia pessoal, Eradan começou sua formação como um Ranger, logo que ele veio de idade. Como era tradicional, começou por servir um aprendizado sob o olhar atento de sua Dunhir tio. Depois de dois anos nesta função, ele tornou-se um Ranger totalmente treinada capaz de agir por conta própria.

Eradan encontrado ampla oportunidade de testar suas habilidades, como as Terras do Norte eram frequentemente ameaçados por grupos de pilhagem Orcs das Montanhas Sombrias, bem como do troll ocasional saqueadores que manteve o Rangers constantemente ocupado ao longo das bordas orientais de Eriador.

Eradan logo ganhou uma reputação como um arqueiro mortal e espadachim, mas foi sua habilidade como um outdoorsman e rastreador que foi mais frequentemente elogiado por seus companheiros Rangers, por seu domínio do conhecimento como foi excepcional, mesmo entre os que a raça de caçadores.

Eradan já era um veterano quando Aragorn deu ordens para a duplicação do relógio mantido sobre a Shire. Nos anos seguintes o posto de guarda no Vau Sarn, ao longo da fronteira sul do Condado, tornou-se segunda casa do Eradan. Durante seu tempo lá, ele atuou na maioria das vezes sob o comando de parente de Aragorn Halbarad.

Dois anos passados, Aragorn retornou de longas viagens no sul e começou a ter uma mão mais ativo na defesa do Condado. Durante esse tempo Eradan teve a oportunidade de trabalhar diretamente com seu chefe. Aragorn foi favoravelmente impressionado com a habilidade Eradan e coragem eo convidou para acompanhá-lo em diversos empreendimentos, dando Eradan a oportunidade de aumentar suas habilidades sob a orientação direta do homem considerado o maior viajante e caçador de sua idade. Um tema nunca foi violado entre eles no entanto - a razão para a forte guarda sobre a Shire. Nesta Aragorn assunto permaneceu sempre de boca fechada e Eradan nunca pressione a questão, confiando plenamente na sabedoria de seu chefe.

Aqueles que empreender o caminho de um Ranger ganhar um forte senso de propósito e camaradagem inabalável, mas eles podem esperar pouco mais na forma de recompensas tangíveis. No entanto, Eradan está totalmente comprometida com o seu dever, pois ele conhece a esperança de seus parentes para os dias mais brilhantes é inteiramente ligado ao destino de Aragorn.

Andriel: Loremaster of Rivendell
Um Loremaster Elven, educados na antiga sabedoria por Elrond-se, ainda que ela não é estudioso manso. Em suas mãos uma equipe simples torna-se uma arma mortal, não só porque ela exerce-lo com élfico habilidade, mas também porque ela pode usá-lo para concentrar seu poder, derrubando inimigos perto e de longe. Mas tão capaz quanto ela está em combate, a verdadeira força Andriel reside em seu poder para preservar e proteger seus aliados, e com suas artes, ela pode criar escudos de luz que curar e restaurar aqueles dentro.

Estória fazer Personagem:

Andriel é um Lore-master da casa de Elrond Halfelven, um daqueles que manter vivas as antigas artes e conhecimentos dos Eldar. Ela é um curador qualificado e praticante de artes que o desconhecimento que erroneamente chamamos de magia. Na realidade, seus poderes e habilidades resultam de uma profunda compreensão do mundo e os poderes que lhe dão forma. Com esse conhecimento, ela é capaz de perceber e invocar as forças que estão escondidas dos outros. Desde sua juventude, Andriel mostrou uma afinidade para tais artes e teve a sorte de ter como seu professor de Elrond, o maior dos mestres de tradição viva.

Embora Andriel é considerado um parente recém-chegado entre os colegas seus Elven, e tem a distinção de ser o mais jovem de estudantes de Elrond ter alcançado o título de mestre-Lore, ela, no entanto, tem muitos séculos de experiência e estudo por trás dela.

Mas Andriel nunca foi apenas um leve conteúdo acadêmico, para passar seus dias no meio das páginas de livros e pergaminhos empoeirados. Elrond muitas vezes depende de sua mestres de tradição para atuar como os olhos e ouvidos para além do refúgio de Valfenda, e frequentemente os envia para reunir informações sobre o estado do mundo, ao contrário de outros observadores, um Lore-master muitas vezes pode sentir e interpretar o forças no trabalho por trás de um evento.

Elrond confia Andriel de agir por iniciativa própria e ela é frequentemente longe de Valfenda por longos períodos de tempo vagando pelas terras vizinhas sozinhos ou na companhia de outros elfos. Suas viagens o colocou em contato freqüente com os Dúnedain, os Rangers do Norte, e ela é conhecida e de confiança por eles.

Aqueles que viajam através da Terra-média sabe de seus perigos e Andriel rapidamente viu o benefício de se tornar proficientes em artes de combate. Para ela, habilidoso uso de armas foi mais uma ciência a ser cuidadosamente estudado e dominado, e em Valfenda ela encontrou muitos guerreiros excelentes para atuar como professores. Ela aprendeu muito com seu amigos Elladan e Elrohir, filhos de Elrond valentes.

Embora na maioria das vezes ela olha para suas artes quando o perigo ameaça, ela não é tímido sobre empunhando armas. Nem é ela adversa a vestir a armadura, vendo precauções, tais como o curso sábio quando seu caminho leva para o perigo. Enquanto ela é letal com a equipe e lâmina, Andriel raramente se orgulha de sua habilidade, nem ela se deleitam com ele. Ela simplesmente faz o que é necessário quando a situação o exige.

Como muitos de sua espécie, Andriel tem um intenso amor pela Terra Média e um forte desejo mantê-lo a salvo de ameaças. Enquanto ela tem a opção, como um dos Eldar, de deixar este reino conturbado para trás e navegando para o Ocidente, há muito tempo ela resolveu não procurar esse caminho enquanto o destino da Terra-média ainda está na balança. Acima de tudo, ela quer ver a Terra-Média a salvo da destruição de Sauron traria.

Andriel é bem conhecido Aragorn, que foi promovida em Rivendell, como eram muitas gerações de seus ancestrais antes dele. Da mesma forma que ela é bastante familiarizado com o mago Gandalf, que por muitos séculos tem sido um convidado frequente em Valfenda. Ela está ciente de que Gandalf e os Guardiões do Norte estão ajudando a proteger um segredo importante, mas ela só pode adivinhar sua natureza exata. Ela é certa um dia logo que o segredo será revelado. Nesse meio tempo, ela se esforça para ajudar o Rangers e seu senhor, Elrond, de qualquer forma ela pode.




Farin: Champion of Erebor

Um campeão do-reino anão de Erebor. De seu primeiro gosto da guerra na Batalha dos Cinco Exércitos, ele tem sido um dos defensores mais notáveis ​​de sua terra natal. Um verdadeiro filho de uma raça guerreira, Farin é hábil no uso de todas as armas brancas e adeptos com uma besta também. Enquanto ele ataca punir golpes, sua maior força reside na sua capacidade de suportar o dano. Na batalha, Farin é uma rocha firme em que ondas de inimigos quebrar. O som de sua feroz grito de guerra reforça seus aliados, ao mesmo tempo que provoca medo nos corações de seus inimigos.

Estória fazer Personagem:

Farin filho de Norin é um anão do Povo de Durin, os Barbas-longas - clã anão mais velho e mais conhecido na Terra-média. Embora Farin faz sua casa em Erebor, a Montanha Solitária, ele nasceu nas Colinas de Ferro, onde muitos dos Barbas-longas viveu no exílio durante os dias em que o dragão Smaug era mestre de Erebor.

Farin foi considerado pouco mais que um menino quando a notícia chegou Colinas de Ferro que o anão-senhor, Thorin Escudo de Carvalho haviam recuperado a Erebor e estava em necessidade urgente de seus parentes. Em outras circunstâncias, Farin teria sido considerada jovem demais para ir para a guerra, mas a necessidade era grande e assim ele se tornou um dos que marcharam com Dáin Ironfoot e encontrou-se diante de uma série de Orcs e Wargs na Batalha dos Cinco Exércitos.

Apesar de Thorin foi morto na batalha, Erebor tornou-se mais uma vez a casa dos Barbas-longas e Dáin se tornou seu rei. Apesar de sua juventude, Farin distinguiu-se na batalha e ele foi feito um membro da guarda pessoal do rei Dain. Por muitos anos, serviu o seu rei Farin contra saqueadores orcs e os Orientais que ameaçavam as terras de seus aliados, os homens de Dale.

Longos anos depois da libertação de Erebor, o hobbit Bilbo Bolseiro retornou para a Montanha Solitária para visitar velhos amigos. Farin teve a oportunidade de conhecer Bilbo, que fez uma forte impressão sobre ele. Assim, ele se angustiou quando anos mais tarde veio um mensageiro a Erebor da terra de Mordor perguntando sobre "Bolseiro" ea terra chamada Condado. Rei Dáin virou o mensageiro de distância, mas estava claro que o Condado e Bilbo estavam em grave perigo.

Farin sentiu as pessoas tinham a obrigação de proteger a terra de quem tinha feito o possível para que a recuperação de Erebor. Ele jurou que iria viajar para o Condado e oferecer seu machado em defesa daquele terreno. Infelizmente, ele não podia encontrar outros que estavam dispostos a fazer a viagem longa e perigosa, especialmente com as sombras de coleta de guerra sobre suas próprias fronteiras. Determinado a não ser perjuro, Farin pediu permissão ao Rei Dáin viajar para o oeste.

Várias semanas depois, nas fronteiras do Condado, a Ranger Capitão Halbarad ouviu um relato curioso de um de seus homens que haviam assistido a um guarda permanente estranho anão na estrada que conduz ao Shire do leste. Este anão estava questionando viajantes e afastando aqueles que ele parecia encontrar indesejável - com o punho pronto, quando necessário. Em suma, este anão estava fazendo exatamente o que o Rangers estava fazendo por muitos e muitos anos!

Determinado a chegar ao fundo deste mistério, Halbarad disfarçou-se de viajante e partiu para encontrar esse anão incomum. Ele habilmente ganhou confiança Farin e soube de sua missão auto-proteger o Condado. Convencido das boas intenções do anão, Halbarad informou-lhe que o Condado já estava cuidadosamente guardado. Naturalmente, Farin era um pouco levado de volta com esta notícia, mas ele estava determinado a cumprir o seu juramento e Halbarad tão aceita convite para se juntar aos Rangers em seu relógio.

Farin desde então se tornou uma espécie de guarda de honra, partilhando as suas tarefas e dificuldades e viver como um deles. A Rangers poucos ainda têm reservas sobre este aliado incomum, mas a maior parte, eles têm o prazer de ter encontrado outra que está disposto a sacrificar-se em segredo para a proteção dos outros.

Farin está determinado a ser um bom exemplo das virtudes de sua raça, enquanto vivia entre os homens e elfos. Ele se preocupa profundamente com a honra de seu povo e não querem manchar-lo de qualquer maneira. Ele é naturalmente corajoso, e sua determinação de ser um embaixador exemplar para seu clã Dwarven torna-o ainda mais. Não há nenhuma tarefa demasiado grande ou inimigo demasiado duro para ele desafiar.




Imagens de divulgação:









As traduções foram feitas pelo google, então se tiver algo muito errado, é só me avisa que eu corrijo.
Fonte:http://adrenaline.uol.com.br/forum/pc/368762-lord-rings-war-north-topico-oficial.html

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Senhor dos Aneis: Guerra do Norte

Mensagem por Convidado em Seg 31 Dez 2012, 09:38

Essa semana joguei bastante o game e agora posso dar minha opinião sobre tudo.

Em primeiro lugar, fechei o jogo 3 vezes e meia.

Vamos a primeira zerada:

- Na primeira vez que comecei a jogar, achei algumas dificuldades para matar os Orc's. Morri várias vezes, usei muitas poções de sangue e magia.
Como gosto muito de tudo do Senhor dos Aneis, desejei muito demorar o máximo para zerar. Falando com quase todo mundo e entrando em todos os lugares que podiam. (Além da caça aos troféus)
Quando cheguei próximo do final, onde tem que defender o portão da cidade dos Anões (não lembro do nome), pensei que não iria conseguir passar, bem difícil. Mas passei.
Cheguei no último capitulo, o mais rápido de todos e mais fácil do que algumas partes que passei. Achei muito estranho e ao mesmo tempo fácil.
- Segunda zerada, modo Heróico: Minha arma de longo alcance (a de Farin, acho que é uma Balesta), estava muito forte quando usava a flecha explosiva. Por exemplo, basta atirar duas vezes em um Troll para ele morrer. Bem, como eu já estava em um level maior, ficou mais fácil matar os Orcs. O final foi simples também. Usando a "balesta", matei rapidinho.
- Terceira zerada, modo Lendário: Já nesse modo as coisas voltam a ficar proporcional. Se você usar a balesta torna-se "apelão", mas se for na machadada ou espadada, complica. Você precisa dar várias porradas para matar. No final, como já estava um pouco cansado e já sabia de tudo, usei a balesta no desafio, foram umas 3 flechadas e pronto.

______________________

Conslusão: Senhor dos Aneis Guerra do Norte, para mim, é um ótimo jogo. O que acontece é que houveram vário "bug's" (falhas), por exemplo: caminhos que eram para se abrir e não apareciam. Quando ia dar um golpe final se o Orc estivesse um pouco longe o personagem flutuava para dar o golpe (acabei me acostumando e aproveitando o bug).
Em alguns momentos me cansei de tanto fazer os mesmos golpes.
Com relação ao nome Senhor dos Aneis, achei muito legal as vezes em que fazem ligações com a Sociedade do Anel. Quando encontramos Gandalf, Bilbo, Arwin, Aragorn, Legolas, Gimli, etc.
Achei o grafico das CG's muito show! O Dragão, porra, ficou bem feito.
_______________________
Sobre os trofeus: Bem simples. O único trofeu que me preocupou foi o online, onde vc precisa dar o golpe final com outros dois jogadores também online ao mesmo tempo. Mas esse eu peguei. O que ainda não me fez platinar, é um trofeu de bronze que "bugou". Como só falta esse, eu DESGRAVEI TUDO para ver se depois eu pego. Isso foi minha grande tristeza quanto ao jogo.

E para concluir, achei a seguinte ordem/melhor jogaor:
1º Farin
2º Andriel
3º Eradan

___________________________-

Bem, para quem curte jogos que evolui o personagem e que faz relação com mundo medieval, é muito legal. Sem falar que é Senhor dos Aneis.

Eu vou apenas em busca desse último trofeu, depois acredito que não jogarei tão cedo esse game. Só se vier alguém aqui em casa interessado em jogar.

Está ai minha analise, não sei se muitos leram tudo mas isso foi para quem quer jogar.

Qualquer dúvida, eu posso ajudar.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Senhor dos Aneis: Guerra do Norte

Mensagem por Ryan - exceL em Ter 01 Jan 2013, 23:39

Muito bom o topico Very Happy, terminei de ler agora desde o ano passado to lendo (hihi), infelizmente nunca gostei dos jogos de senhor dos aneis, achoo ridiculo até .-. Em compensaçao amo o filme UHEUHU gostei muito do topico, karmei ja Very Happy, vou ver se alugo o jogo pra ver se vale a pena .-.

Ryan - exceL
Membro Nv.35
Membro Nv.35

Karma Karma : 126
Posts Posts : 381

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/vitoor.grizon

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Senhor dos Aneis: Guerra do Norte

Mensagem por Tchuk-Ex em Qua 02 Jan 2013, 02:40

Ah, comprei esse jogo por módicos 67 reais, não estava na minha lista de interesses, mas meus amigos adoram o multiplayer, então decidi dar esse mimo a eles =)

Lendo o tópico ainda, mas pelo que eu já li ele está bastante completo, parabéns rob =)

Tchuk-Ex
Membro Nv.15
Membro Nv.15

Karma Karma : 8
Posts Posts : 179

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Senhor dos Aneis: Guerra do Norte

Mensagem por victorhwmn em Dom 27 Jan 2013, 19:26

Eu gostei do jogo,e acho a melhor personagem a Andriel,pois consegue curar a vida e de seus aliados com magias...a balestra é a melhor forma de matar kkkkk

victorhwmn
Veterano Nv.MÁX
Veterano Nv.MÁX

Karma Karma : 54
Posts Posts : 1783

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/profile.php?id=100000787389071

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Senhor dos Aneis: Guerra do Norte

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 10:32


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum