PlayStation Blast
Ei, você aí. Nosso fórum contém uma gama diversificada e grande de discussões que você poderia fazer parte! Além dos membros serem educados e atenciosos. Então por que não se cadastra aí? Venha discutir conosco e fazer amizades aqui, no Fórum PlayStation Blast!

O indie que virou mainstream: Sony mostra todo seu amor e apoio aos jogos independentes com vários lançamentos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O indie que virou mainstream: Sony mostra todo seu amor e apoio aos jogos independentes com vários lançamentos

Mensagem por Hekonzord em Dom 01 Set 2013, 15:39

Matéria escrita ao blog PlayStation Blast pelo Rodrigo Bitencourt e idealizado a trazer para cá pelo usuário zen.
__________________

A primeira vez que eu escutei o termo indie foi quando descobri as bandas Pavement, Sonic Youth e Pixies, entre muita distorção, gritaria e microfonia. O termo é uma abreviatura do inglês independent e é usado para definir artistas que lançam seus projetos de forma independente. No caso da música, é quando não se tem a mão de uma grande gravadora por trás do álbum e o jeito é fazer a coisa acontecer por conta própria. Com o tempo, o termo também virou sinônimo de estilo musical. OK, por mais que eu goste, não estamos aqui pra falar de música, mas de videogame, até porque pelo que eu lembre isso ainda é o PlayStation Blast.

Agora que você já sabe o que o termo indie significa, é só pegar o conceito e aplicar na indústria de videogames ao invés de música. Porque o papo hoje é sobre a grande quantidade e variedade de jogos independentes que a Sony anunciou na Gamescom deste ano. Então, leitores, é hora de ligar seus amplificadores, ajustar seus joysticks e se preparar para muito rock 'n' play.


Quem "dev" não teme
A Sony já deixou claro este ano que não está para brincadeiras, colocando o maior número de desenvolvedores indies no mesmo palco durante a sua apresentação na E3. E a Gamescom veio para confirmar isso mesmo. A empresa está dando todo seu amor e apoio às desenvolvedoras independentes, com a promessa de maior liberdade criativa na produção de novos jogos. E quem ganha com toda essa amizade colorida? Nós, queridos leitores, os jogadores. Então vamos ao que interessa, a lista de jogos que vão fazer a sua, a minha, a nossa felicidade em 2014.

- Volume
Depois do grande sucesso de Thomas Was Alone, Mike Bithell volta a produzir um novo jogo, agora para PlayStation 4 e PlayStation Vita. Volume mostra que ele não perdeu a atração por formas retangulares, com uma arte que lembra um Minecraft misturado com Tron. Pouco se sabe sobre o jogo ainda, apenas que ele vai funcionar com elementos característicos de stealth, gênero consagrado por Metal Gear Solid. Vai ver é um MGS mais descolado e com menos cutscenes.

O importante é saber que o cara tem o poder de criar personagens carismáticos e contar uma boa história. Se ele conseguiu dar personalidade e emoção a retângulos e quadrados em Thomas Was Alone, podemos ficar tranquilos e aumentar o volume da nossa expectativa pelo jogo.

- The Binding of Isaac: Rebirth
Finalmente vamos poder conhecer a história de Isaac em The Binding of Isaac: Rebirth, remake do jogo original, da desenvolvedora Nicalis. Disponível em 2014 para PlayStation 4 e PS Vita de forma gratuita para quem for assinante PlayStation Plus. Com muito mais conteúdo e inovações, o lançamento vai contar com novos personagens, chefes e até um divertido modo cooperativo local. Realmente, vai ter tanta coisa bizarra acontecendo nesse jogo que você não vai querer enfrentar tudo sozinho. É bom ir arrumando um segundo jogador logo.

- Hotline Miame 2: Wrong Number
Um dos lançamentos que promete esquentar muito seu PlayStation 4 e PS Vita é Hotline Miami 2: Wrong Number, da desenvolvedora Dennaton Games e Devolver Digital. O jogo se passa antes e depois dos eventos do original e pode ser dividido entre duas histórias. Em The Pig Butcher, acompanhamos as gravações de um filme sobre o assassino em série chamado de “Pig Butcher”. As fases são apenas cenas de filme e no final todas as pessoas mortas são apenas atores e estão bem. Ao contrário do que acontece em The Fans, episódio onde um quarteto de fãs do personagem do primeiro jogo quer seguir seus passos de violência e crueldade contra o crime organizado. E aí sim as mortes não são de faz de conta.
Hotline Miami 2: Wrong Number não vai ser apenas um jogo violento com gameplay viciante, a desenvolvedora promete mais história e personagens mais profundos. Desde que a trilha sonora continue sensacional como a do original, o resto é muito bem-vindo.

- Starbound
Em Starbound, da desenvolvedora Chucklefish, temos o nosso planeta natal destruído por um inimigo desconhecido, a única solução é se jogar no espaço sem destino. Na esperança de sobreviver à fuga, encontramos um planeta habitado por diversas ameaças e então nossa aventura começa. Nada muito diferente do que a gente já viu por aí, certo? Mas com uma divertida jogabilidade baseada em exploração e customização de planetas, além de carismáticos gráficos em 2D, Starbound promete surpreender.

- Fez
Gomez, o protagonista de Fez, da desenvolvedora Polytron Corporation, está prestes a descobrir que o mundo é feito de muito mais do que apenas duas dimensões. Acostumado a viver uma vida bidimensional, um certo dia o personagem revela um mundo tridimensional, tudo através de um chapéu com estranhos poderes. Se a vida em 2D já era boa, uma em 3D vai ser demais. O jogo, que mistura plataforma e puzzle, encanta e reserva muitas horas de diversão.


Lista de Desejos
É tanto jogo pra você ficar ligado, que a gente resolveu preparar uma lista especial com todos os lançamentos indies que vão invadir seu PlayStation 4 e PS Vita em 2014. É bom nem piscar para ficar de olho e não perder nenhuma das novidades que a Sony está reservando para você, que é apaixonado pelos jogos da empresa.

Lançamento para o PS4:

  • Assault Android Cactus (Witch Beam)
  • Fez (Polytron Corporation)
  • Final Horizon (Eiconic Games)
  • Guns of Icarus Online (Muse Games)
  • Hotline Miami 2: Wrong Number (Dennaton Games and Devolver Digital)
  • Minecraft (Mojang Specifications)
  • N++ (Metanet)
  • Rogue Legacy (Cellar Door Games)
  • Samurai Gunn (Teknopants)
  • Starbound (Chucklefish)
  • Switch Galaxy Ultra (Atomicom)
  • The Binding of Isaac: Rebirth (Nicalis)
  • Velocity 2X (FuturLab)
  • Volume (Mike Bithell)
  • Wasteland Kings (Vlambeer)



Lançamentos para PS Vita:

  • Age of Zombies (BlitWorks/Halfbrick)
  • A-Men 2 (Bloober Team)
  • Assault Android Cactus (Witch Beam)
  • Avoid Droid (Infinite State Games)
  • Broken Sword: the Serpent’s Curse (Revolution Software)
  • Eufloria HD (Omni Systems)
  • Fez (Polytron Corporation)
  • Final Horizon (Eiconic Games)
  • Flame Over (Laughing Jackal)
  • Gravity Crash Ultra (Just Add Water)
  • Gunslugs (Abstraction Games)
  • Hotline Miami 2: Wrong Number (Dennaton Games and Devolver Digital)
  • Joe Danger 1 (Hello Games)
  • Joe Danger 2 (Hello Games)
  • Kick & Fennick (Green Hill Studios)
  • Minecraft (Mojang Specifications)
  • Rogue Legacy (Cellar Door Games)
  • Samurai Gunn (Teknopants)
  • Supermagical (Tama Games)
  • Switch Galaxy Ultra (Atomicom)
  • Table Top Racing (Ripstone)
  • The Binding of Isaac: Rebirth (Nicalis)
  • Volume (Mike Bithell)
  • Wasteland Kings (Vlambeer)



Independência ou morte
A Sony já vem namorando a parte indie da indústria de games há algum tempo. Até uma seção especial foi criada na PlayStation Store, recheada de jogos independentes. Essa aproximação não é de hoje. É uma parceria que representa mais uma oportunidade para turbinar a biblioteca de jogos do PS Vita, que prometeu, prometeu, mas ainda não mostrou ao que veio nem atingiu todo seu potencial até agora. E quanto a quem tem um PS3 ou pretende comprar um PS4, pode ficar tranquilo, porque jogos, certamente, não vão faltar.

Já que a matéria começou com música, convém terminar com música. E se a gente iniciou no indie, terminamos agora no mainstream, citando os Rolling Stones, mudando a letra um pouquinho, é claro: “I know it’s only videogame but I like it.”

Hekonzord
Veterano Nv.MÁX
Veterano Nv.MÁX

Karma Karma : 495
Posts Posts : 3502

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O indie que virou mainstream: Sony mostra todo seu amor e apoio aos jogos independentes com vários lançamentos

Mensagem por zen.paciencia em Ter 03 Set 2013, 20:11

Para exemplificar um título INDIE que parece estar recebendo apoio pesado da SONY, trago o vídeo oficial do jogo RIME, muitos dizem que lembra ICO, e que pode ser visto em HD 720p, Full HD 1080p e até em 3D estereoscópico (em monitores compatíveis):



We proudly announce that our next game, RiME, will be published with Sony Computer Entertainment Worldwide Studios Europe as a First Party PS4 exclusive!

http://en.wikipedia.org/wiki/Tequila_Works

https://twitter.com/RiMEGame

https://www.facebook.com/rimegame

zen.paciencia
Veterano Nv.29
Veterano Nv.29

Karma Karma : 119
Posts Posts : 1122

Ver perfil do usuário https://twitter.com/RodrigoBrazucaY https://plus.google.com/u/0/101602112792159220195 https://www.facebook.com/RodSVilaca https://www.youtube.com/user/RodrigoBrazucaMG/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O indie que virou mainstream: Sony mostra todo seu amor e apoio aos jogos independentes com vários lançamentos

Mensagem por Monagma em Ter 03 Set 2013, 20:20

Os indie realmente tomaram uma boa parcela do mercado, pelo visto virou "modinha" esses jogos simplista. Não que seja ruim, e na verdade bom estimular pessoas a criar jogos do gênero, com uma arte e mecânica inovadores, etc., a atitude da Sony está correta.

@zen.paciencia
Putz, o próprio logo e artwork do jogo lembram ICO e jogos no estilo (sem contar detalhes da história, você descobre um pouco jogando).
Espero que o jogo seja bom mesmo (não que vá fazer diferença pra mim, não vou ter um PS4 D:).



Monagma
Rei da Terra
Rei da Terra

Karma Karma : 286
Posts Posts : 4274

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O indie que virou mainstream: Sony mostra todo seu amor e apoio aos jogos independentes com vários lançamentos

Mensagem por Felipefabricio em Ter 03 Set 2013, 20:59

Tem um jogo que vai chegar pra PS4 e PC...Super Motherload,puxa,tô super ansioso pra esse,pra dar um exemplo.O Motherload original é bom pra caramba.

Jogos indies,em geral,são bons pra caramba.Bom que o PS4 tá recebendo esse apoio...




Gostaria de ler uma história?Então leia O Quase Fim do Mundo!

Felipefabricio
Masked Man
Masked Man

Karma Karma : 147
Posts Posts : 1962

Ver perfil do usuário http://felipefabricio.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O indie que virou mainstream: Sony mostra todo seu amor e apoio aos jogos independentes com vários lançamentos

Mensagem por zen.paciencia em Ter 03 Set 2013, 21:05

Outro jogo que faz muita gente chegar tremer de ansiedade é o remake de um dos raros jogos dos anos 90 que já foram considerados IMPOSSÍVEIS de serem zerados/terminados/vencidos, o que atendia pelo singelo nome de A Sombra da Besta (agora o detalhe: Apenas para PS4):


zen.paciencia
Veterano Nv.29
Veterano Nv.29

Karma Karma : 119
Posts Posts : 1122

Ver perfil do usuário https://twitter.com/RodrigoBrazucaY https://plus.google.com/u/0/101602112792159220195 https://www.facebook.com/RodSVilaca https://www.youtube.com/user/RodrigoBrazucaMG/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O indie que virou mainstream: Sony mostra todo seu amor e apoio aos jogos independentes com vários lançamentos

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 22:30


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum