PlayStation Blast
Ei, você aí. Nosso fórum contém uma gama diversificada e grande de discussões que você poderia fazer parte! Além dos membros serem educados e atenciosos. Então por que não se cadastra aí? Venha discutir conosco e fazer amizades aqui, no Fórum PlayStation Blast!

[NEWS]Após seis anos, Bradesco passa Telefônica e lidera reclamações[NEWS]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[NEWS]Após seis anos, Bradesco passa Telefônica e lidera reclamações[NEWS]

Mensagem por Convidad em Qui 15 Mar 2012, 12:58



O Procon-SP (Procuradoria de Proteção e Defesa do
Consumidor) anunciou nesta quinta-feira (15) o ranking das companhias
que mais receberam reclamações em 2011. O Bradesco ocupou a primeira
posição entre as companhias. Com isso, a Telefônica deixou de figurar em
primeiro lugar nesta lista, como vinha acontecendo anualmente desde
2006. Entre as dez que mais foram alvos de reclamações, seis são bancos
ou operadoras de telefonia.


segundo o
Procon, as empresas de telefonia que mais receberam reclamações foram a
Tim (com 937 ocorrências), Telefônica (com 835 ocorrências) e Oi (806
reclamações). Já as instituições financeiras mais reclamadas foram
Bradesco (1.723 ocorrências), Itaú Unibanco (1.383 ocorrências) e
Panamericano (716 ocorrências).

Principais causas
O relatório
divulgado pelo Procon aponta como principais causas de reclamação em
empresas de telefonia móvel: oferta de planos de serviços vinculada a
aparelhos, que induzem a contratação equivocada de planos, e a cobrança
de serviços não informados ao consumidor. “É o caso, por exemplo, de
pacotes de transmissão de dados, de envio de SMS, de ligações
interurbanas, dentre outros, incluídos no valor pago mensalmente e que,
em muitos casos, não é do interesse do consumidor”, diz o estudo.

Quanto
às instituições financeiras, o órgão de proteção ao consumidor alega
que há grande ocorrência de problemas básicos como cobranças indevidas,
envio de cartões sem terem sido solicitados pelos consumidores, além de
saques e empréstimos não reconhecidos. O Procon também alerta para o
segmento de seguros, onde há grande reclamação na extensão de garantia
de produtos.

A B2W, empresa responsável pelas operações da
Americanas.com, Submarino e Shoptime, foi alvo de 1.522 ocorrências,
deixando o grupo em segundo lugar no ranking das dez mais reclamadas.
Nesta quarta-feira (14), o Procon-SP tinha conseguido uma decisão que
impedia as empresas da B2W de vender itens para São Paulo por 72 horas. A
companhia no mesmo dia recorreu e conseguiu impedir a suspensão
imposta.

De acordo com o Procon, foram avaliados 50 fornecedores
que mais geraram reclamações que não foram solucionadas na primeira fase
de atendimento. Ao todo, a entidade registrou 727.229 ocorrências – um
aumento de 15% comparado a 2010.

O que dizem as empresas
Em
nota, o Itaú Unibanco afirmou: “Mesmo com a redução de 19% no volume de
demandas, não estamos satisfeitos com nossa posição no ranking do
Procon-SP. Continuaremos investindo esforços para aprimorar serviços e
reduzir falhas, em velocidade maior que a expansão do setor bancário”.
“Assumimos compromissos públicos de melhoria com a Fundação Procon-SP,
demonstrando que o Itaú Unibanco está focado em reduzir reclamações e
aumentar a satisfação dos clientes. Nossas ações de melhorias
continuarão, intensamente, em 2012”, continua a nota.

O banco
PanAmericano informou que "está atuando na revisão e melhoria de todos
os seus processos internos afim de melhor atender o consumidor."

Febraban
(Federação Brasileira de Bancos) e Bradesco, que lidera o ranking de
reclamações, informaram que enviarão um comunicado, em breve, sobre a
lista do Procon-SP. Também procuradas, as empresas de telefonia TIM e
Telefônica ainda não se manifestaram.
Mais detalhes aqui

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum