PlayStation Blast
Ei, você aí. Nosso fórum contém uma gama diversificada e grande de discussões que você poderia fazer parte! Além dos membros serem educados e atenciosos. Então por que não se cadastra aí? Venha discutir conosco e fazer amizades aqui, no Fórum PlayStation Blast!

análise Mass Effect (série)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

análise Mass Effect (série)

Mensagem por VitorP1 em Sab 23 Mar 2013, 15:07

Não importa se não gosta de RPGs, ou se aventuras espaciais não são uma coisa sua, mas você não pode negar que Mass Effect influenciou uma geração. Quando lançado, adicionou a roda de diálogo, que iria mudar a história dependendo da sua opinião. O jogo também trouxe uma história cativante, numa corrida para impedir um Spectre rebelde, e trouxe um dos universos mais interessantes não só nos videogames, mas na mídia toda. Estamos falando de dezenas de espécies, centenas de planetas e um grupo de companheiros que não seriam mais "pixels falantes" mas seus amigos.
Mesmo com o combate travado, a falta de cover apertando um botão, e momentos chatos na hora do tiroteio,o primeiro Mass Effect trouxe o universo que agora é conhecido e que muitos amam.
[img]http://imageshack.us/photo/my-images/140/masseffectrenegadeswalloi6.jpg/ [img]
Mas Mass Effect 2 o esculpiu.
Em Mass Effect 2 nós esquecemos os lugares perfeitos e utópicos do anterior para ir para a parte suja da galáxia.Conhecemos novos companheiros e inimigos, e olha, que companheiros e inimigos.
Praticamente todos os personagens que você encontra tem uma história para contar. Mesmo os metidos, como Miranda ,tem uma profundidade, preocupações. Meu personagem é uma mulher, e logo não poderia "pegar" a Miranda. Mas pouco me importava, ela virou minha amiga, alguém que me importo, não um "sex appeal" para o jogo. NENHUM outro jogo,filme ou livro me fez se conectar com um personagem como Mass Effect. Não importa quantas vezes assisto os melhores filmes, ou leio os melhores livros, não é como você estivesse lá falando com o personagem, participando daquele mundo.
Mass Effect 2 também trouxe uma coisa mais cinza nas escolhas, com personagens que acreditam em soluções extremas. O maior exemplo disso é o Illusive Man, ele pode ter sido portado como malvadão no terceiro, mas no segundo eu tive a impressão que ele era um cara que só estava tentando parar os collectors, assim como você.O combate também foi melhorado, apesar que isso não é a parte importante do jogo, caramba podia ter movimentação de tanque que eu continuaria a jogar.
[img]http://imageshack.us/photo/my-images/514/jenniferconnellyattemptxq1.jpg/ [img]
Mass Effect 3 não tem a genialidade do 2, mas tem um impacto emocional que nenhum jogo chegou a ter. Do começo na Terra, ao planeta dos Krogan, passando em Ranooch, tudo tem um impacto em você (só se você zerar os dois primeiros, deixo isso bem claro). Você comemora, fica com raiva e até chora em praticamente tudo que acontece. Muitos podem dizer que só um "nerd" faz isso. Não é assim. Se você jogou os outros 2 e se sentiu imerso na história, fez o que você faria na vida real e "se tornou" o Shepard, é impossível não sentir o peso emocional do 3. Esqueça o final, ele é horrível mesmo, mas é a parte menos importante.Importante é a jornada, e que grande jornada.
É difícil falar de Mass Effect, principalmente o 2. É uma experiência que você deve sentir por você mesmo, uma pessoa não pode chegar e explicar como é. Não tem desculpa, se você gosta de jogos com uma história boa você precisa jogar a série Mass Effect.Tem que começar do 1, a experiência será dolorosa (o 1 tem a jogabilidade planeja pelo demônio) mas valerá a pena. Acredite, valerá a pena.
PS: E isso porque não toquei nos assuntos que a série trata, como preconceito, sacrifício e principalmente, o que vida realmente é. Prefiro não comentar, já que é algo que é melhor você sentir sozinho.
[img]http://imageshack.us/photo/my-images/181/vlcsnap28282jw6.jpg/ [img]

VitorP1
Membro Nv.6
Membro Nv.6

Karma Karma : 10
Posts Posts : 80

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: análise Mass Effect (série)

Mensagem por VitorP1 em Sab 23 Mar 2013, 15:14

[quote="VitorP1"]Não importa se não gosta de RPGs, ou se aventuras espaciais não são uma coisa sua, mas você não pode negar que Mass Effect influenciou uma geração. Quando lançado, adicionou a roda de diálogo, que iria mudar a história dependendo da sua opinião. O jogo também trouxe uma história cativante, numa corrida para impedir um Spectre rebelde, e trouxe um dos universos mais interessantes não só nos videogames, mas na mídia toda. Estamos falando de dezenas de espécies, centenas de planetas e um grupo de companheiros que não seriam mais "pixels falantes" mas seus amigos.
Mesmo com o combate travado, a falta de cover apertando um botão, e momentos chatos na hora do tiroteio,o primeiro Mass Effect trouxe o universo que agora é conhecido e que muitos amam.


Mas Mass Effect 2 o esculpiu.
Em Mass Effect 2 nós esquecemos os lugares perfeitos e utópicos do anterior para ir para a parte suja da galáxia.Conhecemos novos companheiros e inimigos, e olha, que companheiros e inimigos.
Praticamente todos os personagens que você encontra tem uma história para contar. Mesmo os metidos, como Miranda ,tem uma profundidade, preocupações. Meu personagem é uma mulher, e logo não poderia "pegar" a Miranda. Mas pouco me importava, ela virou minha amiga, alguém que me importo, não um "sex appeal" para o jogo. NENHUM outro jogo,filme ou livro me fez se conectar com um personagem como Mass Effect. Não importa quantas vezes assisto os melhores filmes, ou leio os melhores livros, não é como você estivesse lá falando com o personagem, participando daquele mundo.
Mass Effect 2 também trouxe uma coisa mais cinza nas escolhas, com personagens que acreditam em soluções extremas. O maior exemplo disso é o Illusive Man, ele pode ter sido portado como malvadão no terceiro, mas no segundo eu tive a impressão que ele era um cara que só estava tentando parar os collectors, assim como você.O combate também foi melhorado, apesar que isso não é a parte importante do jogo, caramba podia ter movimentação de tanque que eu continuaria a jogar.



Mass Effect 3 não tem a genialidade do 2, mas tem um impacto emocional que nenhum jogo chegou a ter. Do começo na Terra, ao planeta dos Krogan, passando em Ranooch, tudo tem um impacto em você (só se você zerar os dois primeiros, deixo isso bem claro). Você comemora, fica com raiva e até chora em praticamente tudo que acontece. Muitos podem dizer que só um "nerd" faz isso. Não é assim. Se você jogou os outros 2 e se sentiu imerso na história, fez o que você faria na vida real e "se tornou" o Shepard, é impossível não sentir o peso emocional do 3. Esqueça o final, ele é horrível mesmo, mas é a parte menos importante.Importante é a jornada, e que grande jornada.
É difícil falar de Mass Effect, principalmente o 2. É uma experiência que você deve sentir por você mesmo, uma pessoa não pode chegar e explicar como é. Não tem desculpa, se você gosta de jogos com uma história boa você precisa jogar a série Mass Effect.Tem que começar do 1, a experiência será dolorosa (o 1 tem a jogabilidade planeja pelo demônio) mas valerá a pena. Acredite, valerá a pena.
PS: E isso porque não toquei nos assuntos que a série trata, como preconceito, sacrifício e principalmente, o que vida realmente é. Prefiro não comentar, já que é algo que é melhor você sentir sozinho.

VitorP1
Membro Nv.6
Membro Nv.6

Karma Karma : 10
Posts Posts : 80

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum