PlayStation Blast
Ei, você aí. Nosso fórum contém uma gama diversificada e grande de discussões que você poderia fazer parte! Além dos membros serem educados e atenciosos. Então por que não se cadastra aí? Venha discutir conosco e fazer amizades aqui, no Fórum PlayStation Blast!

[Análise] The Legend of Zelda: Ocarina of Time

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Análise] The Legend of Zelda: Ocarina of Time

Mensagem por Hekonzord em Dom 05 Maio 2013, 01:53

Obs: esta é uma análise simplista e baseada na minha opinião e minhas experiências com o game, logo é normal e compreensível que talvez não concorde com minhas notas dadas.


Um game muito aclamado, uma lenda, inovador, marcou gerações e ainda marca, aqui temos não só mais um game da série The Legend of Zelda, como nenhum é apenas mais um, mas é um dos que tem mais destaque por sua excelência.

Atenção, este tópico pode conter spoilers sobre o game.


Enredo - Consegue superar os clichês

Link criança e Link jovem, maldita Master Sword!

Podemos dizer que de início o enredo não nos anima muito, podemos dizer que até seria um jogo com enredo que não iria trazer nada de especial e nada de novo na série, apenas seria um jogo com a mesma proposta dos outros Zeldas: uma princesa em perigo e uma premissa de um herói. Somos jogados aos clichês da própria franquia.

Porém com o avançar do jogo vemos que as coisas melhoram, o jogo nos apresenta novas raças, cada um com sua peculiaridade, cada um com seus problemas, mesmo sendo causado pelo mesmo motivo, mas vemos originalidade, depois, quando pensamos que conseguimos concluir o objetivo do jogo ele nos impressiona e encaramos outro objetivo e vemos que o mal conseguiu vencer.

Eu senti que faltou uma relação maior de Link com os outros personagens, principalmente com a fada que nos acompanha, ela só é útil para dar dicas para progredir na campanha e só teve alguma relação além disso com o Link no começo do jogo, achei pouco.

Nota: 8,5


Gráficos - Um incrível mundo em 3D

Óia que bonito

Ocarina of Time foi o primeiro jogo da franquia à trazer gráficos em 3D com visão em terceira pessoa, era uma novidade tremenda e abaladora, ainda contando com um mundo, podemos dizer, semi-aberto.

No começo do jogo, estamos no quarto de Link, fiquei assustado, o quarto apenas era uma, como posso dizer... uma JPG em baixa qualidade, não tinha animações e não parecia ter sido programada direito, parecia que tinham pego uma imagem e colocado lá, porém isso dura pouco e só acontece em casas, o que você não vai presenciar muito, de resto os gráficos são fantásticos, uma inovação tremenda.

Na versão de emulador, na qual eu joguei, em alguns momentos as gravuras e o design no chão (como na imagem acima, tem tipo uma trilha desenhada no chão) simplesmente desaparecia, ou seja, em momentos importantes, onde estaria uma gravura da Triforce no chão, por exemplo, o que indicaria tocar uma determinada música na Ocarina, simplesmente não apareceria e você poderia ficar perdido se não aprestasse atenção na fada ficando verde e apontando na direção da gravura.

O detalhamento físico dos personagens e suas expressões para a época eram muito boas, o detalhamento do rosto de Ganondorf era uma coisa impressionante, o design de Zelda e Sheik são muito belos e a água é muito bem feita, chega até a impressionar.

Nota: 9,5


Ambientação - Um incrível mundo à se explorar

A ambientação do game é uma qualidade a parte, uma ambientação perfeita em conjunto com um mundo em 3D, o resultado é esmagador.

Vemos que Hyrule é lugar bonito, vemos que cada raça tem seu lugar e a transição desses é feita de forma estupenda, a localização estratégica, as diferentes raças vivem em volta do castelo e de longe podemos ver a forma de outros lugares, como o próprio castelo e a Death Mountain.

Quando Hyrule fica mal, nós de certa forma ficamos mal, antes as pessoas eram felizes, ficavam dançando e depois o lugar é tomado por trevas e zumbis sugadores de vida, nós sentimos que estamos lá, vivenciando cada momento de Hyrule, seja bom ou mau.

Fora que o jogo nos faz explorar cada canto de Hyrule e percebemos cada mudança dele, nos faz visitar e revisitar lugares memoráveis que cada qual com sua característica e de certa forma história própria.

Nota: 10


Som - Harmonioso e memorável

Sua inseparável companheira

O som de Ocarina of Time é muito importante, em certos momentos como na The Lost Woods, onde precisamos aprestar atenção na música para saber onde devemos seguir, ele é essencial, em certos momentos como numa mistura de silêncio e música, ele é imersível, em certos momentos como na necessidade de tocar uma canção na Ocarina, ela é um elemento da jogabilidade.

Além desses fatos, o som vai desde a risada maquiavélica de Ganondorf até o barulho que faz quando descobrimos passagens secretas ou abrimos um baú. Também vai até a memorável canção Zelda's Lullaby que tocamos na Ocarina que também é a trilha sonora do game.

Nota: 10


Jogabilidade - Vamos derrotar os inimigos?

Poe, você está marcado pra morrer

A jogabilidade é um dos pontos mais fortes do jogo, primeiramente no game você não tem um botão específico para pular, você não pula na hora que quer em qualquer lugar, isso é um problema? Não. Sempre achei que isso em alguma hora na minha jogatina poderia me atrapalhar de alguma forma, mas não, isso não te atrapalha, o jogo foi muito bem pensado para que justamente você não sentisse a necessidade de pular em um momento em que o jogo não te permitisse.

Segundo, temos neste game o inovador Z-Target, que consiste na aproximação da câmera no personagem e quando um monstro ou algo necessário à visão aparecem na tela, ele marca, uma tática muito boa para detectar inimigos numa encruzilhada ou numa passagem de corredor.

As batalhas são muito boas e agradáveis e aliadas ao Z-Target não se tornam problema, as espadadas de Link e a utilização de outras armas são excelentes, adicionando que em alguns momentos vão aparecer monstros específicos para o uso de cada arma e levando em consideração que você deve descobrir, se torna um desafio a mais e faz com que as batalhas não sejam iguais e enjoativas.

O uso da Ocarina é bem especial, ela tem uso direto na jogabilidade e algumas canções interferem diretamente nela, como a Sun's Song, que troca o dia pela noite e vice-versa, no caso, quando você está atravessando o campo de noite, aparecem alguns zumbis monstros para te confrontar, mas de dia eles desaparecem, então é só pegar sua Ocarina e tocar, em outros casos também, quando o caminho de transição de um lugar ao outro é muito grande, você pode tocar sua Ocarina e chamar sua égua Epona para uma viagem mais rápida etc.

Nota: 10


Replay - Descobrir a história de cada um e side-quests!

Eu particularmente não achei muitas side-quests no jogo até onde eu cheguei, mas quantidade não quer dizer qualidade, no caso, que são poucas, as side-quests são bem diversificadas e fazem sentido, não te deixa enjoado e desmotivado à faze-las.

No jogo também temos a possibilidade de caçar skulltulas de ouro para depois ir na House of Skulltulas e libertar uma família da maldição dela, quando se vai colecionando essas skulltulas de ouro, em determinados números, os membros da família vão deixando de ser aranhas e se transformam em humanos novamente, assim quebrando a maldição, a cada membro da família, você vai ganhando recompensas que muitas vezes são essenciais ao gameplay. No total são 100 e vale muito a pena descobrir a história da família amaldiçoada.

Considerando também que o game não é nada pequeno, temos uma vida útil bem grande, então o fator replay não precisa ser tão aguçado.

Outro fator que agrega ao replay é o simples motivo que este jogo é muito bom, não vamos cansar de jogar e re-jogar cada vez mais.

Nota: 9


...............
>Nota geral: 9,5

>Conclusão: Este game é recomendadíssimo por minha parte, um game marcante, apesar da data de lançamento é um game que não envelheceu e nos traz uma experiência única, novamente, recomendo fortemente e acho que todos deviam experimentar este game para ter certeza que sua vida gamer está mais perto de ser completa.


Última edição por Hekonzord em Dom 05 Maio 2013, 02:28, editado 1 vez(es)

Hekonzord
Veterano Nv.MÁX
Veterano Nv.MÁX

Karma Karma : 495
Posts Posts : 3502

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Análise] The Legend of Zelda: Ocarina of Time

Mensagem por Felipe JJ em Dom 05 Maio 2013, 02:13

Ótima análise. Ocarina of Time sem dúvida é um dos jogos mais importantes para a indústria por ter introduzido várias tendências de ambientação e afins. Além de ser considerado o melhor game da história.

E, realmente, Ocarina não tem tantas sidequests assim. Nesse quesito Majora's Mask é bem melhor e mais complexo.




DRIVE-THRU DO BONDE:


Felipe JJ
Veterano Nv.MÁX
Veterano Nv.MÁX

Karma Karma : 600
Posts Posts : 3172

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Análise] The Legend of Zelda: Ocarina of Time

Mensagem por Monagma em Dom 05 Maio 2013, 09:09

Eu amei o Ocarina of Time, mas na minha opinião, ele foi um Zelda que não trouxe muito de único (tirando a Ocarina), devido principalmente ao fato de ser um "teste" pros Zeldas 3D. Achei que, embora a história tenha sido muito boa, e ele esteja cheio de várias dungeons que fazem você quebrar a cabeça, faltou um algo mais (este "algo mais" está presente em Majora's Mask, que também é de N64).
Enfim, ótima análise, karmado. ^^



Monagma
Rei da Terra
Rei da Terra

Karma Karma : 286
Posts Posts : 4274

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Análise] The Legend of Zelda: Ocarina of Time

Mensagem por Convidado em Dom 05 Maio 2013, 10:33

Estes foi um dos únicos Zeldas que zerei no meu Nintendo 64 xD;

Já conheci a franquia a partir deste Zelda, e eu chamava o Link de Zelda, tempos depois que descobri o verdadeiro nome dele rs

Bem interessante sua análise, destacou os mínimos detalhes do game ^^. Parabéns, karminha o/

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Análise] The Legend of Zelda: Ocarina of Time

Mensagem por Convidado em Dom 05 Maio 2013, 12:41

Ótima analise Hekon, kaminha!

Bem, para dizer a verdade, nunca parei para zerar o Ocarina of Time. Ja o peguei casualmente para jogar, mas nada muito sério. Agora fiquei na instiga para uma boa jogatina, quem sabe nas férias. Embora não goste da RPGs, sempre gostei muito de Zelda.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Análise] The Legend of Zelda: Ocarina of Time

Mensagem por Wolfman em Dom 05 Maio 2013, 15:08

Bem legal tua análise Hekon. Interessante ver isso vindo de alguém que jogou tão recentemente.

Ocarina of time foi um jogo que na época não só foi uma obra prima da indústria como ensinou como se faz jogos. Coisa que o primeiro zelda do NES também fez.

E sinceramente, na minha opinião Ocarina of Time dá de 10x0 nos próximos títulos da série, incluindo Skyward Sword que muita gente diz ser muito melhor que OoT.

Enfim, bom tópico e análise, foi karmado. Queria ver tu jogar Ocarina of Time 3D agora e ver o belo tratamento que deram no jogo. Pra mim valeu cada centavo investido e tornou o jogo que já era perfeito ainda melhor.

Wolfman
Veterano Nv.MÁX
Veterano Nv.MÁX

Karma Karma : 487
Posts Posts : 1662

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Análise] The Legend of Zelda: Ocarina of Time

Mensagem por Gabriek em Dom 05 Maio 2013, 16:04

Vou copiar umas coisa aí pra minha análise de Saints Row: The Third (joguin maneiro, mas achei curto).

Ocarina of Time foi excelente, mas Majora's Mask excedeu tutô que já vi.
Aliás, no pequeno tempo que joguei o Wind Waker achei ele um tanto melhor que o Ocarina of Time (mas não melhor que o Majora's Mask). Ainda não peguei o Skyward Sword e joguei muito pouco do Twilight Princess.

Gabriek
Veterano Nv.5
Veterano Nv.5

Karma Karma : 30
Posts Posts : 523

Ver perfil do usuário http://www.steamcommunity.com/id/Gabriek

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Análise] The Legend of Zelda: Ocarina of Time

Mensagem por Hekonzord em Dom 05 Maio 2013, 19:52

Raete escreveu:Bem, para dizer a verdade, nunca parei para zerar o Ocarina of Time. Ja o peguei casualmente para jogar, mas nada muito sério. Agora fiquei na instiga para uma boa jogatina, quem sabe nas férias. Embora não goste da RPGs, sempre gostei muito de Zelda.

Eu não achei que o Zelda foca muito no RPG, cara. Eu senti algo mais focado nos puzzles e combate, mas o recomendo fortemente em pegar para jogar seriamente ^^

Wolfman escreveu:Bem legal tua análise Hekon. Interessante ver isso vindo de alguém que jogou tão recentemente.

Pois é cara, eu até joguei outros games da época para poder fazer melhores comparações e tal, acho legal o pessoal mais novo (como eu) testar estes jogos antigos, eles realmente podem surpreender.

Gabriek escreveu:Ocarina of Time foi excelente, mas Majora's Mask excedeu tutô que já vi.
Aliás, no pequeno tempo que joguei o Wind Waker achei ele um tanto melhor que o Ocarina of Time (mas não melhor que o Majora's Mask). Ainda não peguei o Skyward Sword e joguei muito pouco do Twilight Princess.

Eu planejo jogar Majora's Mask, Twilight Princess e Wind Waker também, depois que eu joga-los eu poderei comentar mais afundo sobre se os games posteriores superaram OoT, pois isso diverge bastante, como o Wolf que postou lá que ainda considera OoT melhor que os jogos de Zelda que vieram depois.

-x-

Poxa pessoal, muito obrigado, achei que vocês não iriam gostar, pois este é um game considerado por muitos como o melhor da história, então achei que minha simples análise seria tipo um insulto haha, muito obrigado mesmo ^^

Hekonzord
Veterano Nv.MÁX
Veterano Nv.MÁX

Karma Karma : 495
Posts Posts : 3502

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Análise] The Legend of Zelda: Ocarina of Time

Mensagem por UchihaZoro em Seg 06 Maio 2013, 06:58

Sem duvidas, um dos melhores games de uma das melhores franquias. Oot foi o game responsável por me tornar um fã de Zelda, pois apesar de já ter jogado antes o ALttP no meu SNES, foi no emulador do N64 que eu realmente comecei a gostar da franquia... =)

Só não digo que é o melhor Zelda, pois o meu preferido é o Twilight Princess, que na minha opinião tem a melhor "aparência" que um Zelda poderia ter. (Tirando aquele Modo Lobo, que é o único ponto que eu não gostei..)


Anyway, ótima análise Henko! Ficou excelente! Ainda tenho de voltar a tentar fazer algumas também, pois parecem que vocês se animaram a fazer isso.. xD

UchihaZoro
Veterano Nv.MÁX
Veterano Nv.MÁX

Karma Karma : 383
Posts Posts : 4616

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Análise] The Legend of Zelda: Ocarina of Time

Mensagem por blordello em Seg 06 Maio 2013, 20:02

Muito boa a análise, pra mim, Ocarina of Time pra mim é um dos melhores da franquia, perdendo apenas para Skyward Sword (na minha opinião). E a trilha sonora então? Maravilhosa! Zelda's Lullaby, Saria's Song, Song of Storms, Song of Time, Gerudo Valley... São músicas inesquecíveis, e combinam perfeitamente com o jogo.

blordello
Membro Nv.5
Membro Nv.5

Karma Karma : 10
Posts Posts : 79

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Análise] The Legend of Zelda: Ocarina of Time

Mensagem por Hekonzord em Seg 06 Maio 2013, 20:09

Nem vem Uchiha, suas análises não vale ç-ç

Haha, muito obrigado cara, pensei, seriamente, que vocês não iriam gostar Smile
Pretendo jogar mais games e trazer análises mais simples como essa ou mais sérias, lol.

Relendo aqui... eu acho que falei pouco da história, hm.

edit: blordello, das músicas da Ocarina, as que eu mais gosto é Zelda's Lullaby e Song of Storms (que tem uma história muito interessante e discutível por trás dela).

Hekonzord
Veterano Nv.MÁX
Veterano Nv.MÁX

Karma Karma : 495
Posts Posts : 3502

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Análise] The Legend of Zelda: Ocarina of Time

Mensagem por jonathanalis em Seg 06 Maio 2013, 21:28

mt bom o review.
ocarina é muito bom.
mas considerando os fatores q vc avaliou no ocarina, e as notas, vc TEM q jogar o majoras mask:

- o enredo é totalmente diferente de qqr cliche q vc viu por aí, apesar de fugir muito dos zeldas tradicionais, tem todo o sentimento de estar jogando zelda.
- os graficos, os mesmos do ocarina, eles aproveitaram muitos modelos presentes no ocarina.
- a ambientacao dos mundos é tao boa qto no ocarina, apesar do mapa ser menor, a transicao entre os diversos cenários eh mt boa. a diferença que a imersao no mundo de cada tribo é maior, pois vc VIVE cada uma das tribos.
- som, faltou uma gerudo valley, mas em compensaçao, da novas oportinudades com instrumentos diferentes, e influenciam no gameplay tanto quanto no ocarina.
- na jogabilidade muitas mais possibilidades foram adicionadas: além de manter mais ou menos a jogabilidade como link, como zora vc tem liberdade na agua(lindo e natural como ele nada!), vc sai rolando por ai como goron(sensaçao mt boa tbm), etc.
- o replay, é muito maior q o do ocarina, vc fica muito motivado a completar todas as mascaras, a ajudar as pessoas, voltar os dias pra ver os desfechos diferentes das historias de cada personagem.


jonathanalis
Membro Nv.5
Membro Nv.5

Karma Karma : 6
Posts Posts : 71

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Análise] The Legend of Zelda: Ocarina of Time

Mensagem por Convidado em Seg 06 Maio 2013, 21:39

Henko, parabéns amigo por sua análise e sua sinceridade sobre a opinião do jogo. Achei corajoso de sua parte fazer essa análise, pois, um jogo como esse, já foi falado pelos 4 cantos do mundo. Gostei mesmo e achei original alguns pontos.

Ocarina of Time é de longe, um dos melhores jogos do Nintendo 64. Eu sou suspeito para falar do N64, pois sou fã, mesmo assim, consigo ser imparcial.
Eu tive a honra de jogá-lo mais de uma vez e no próprio console. Terminei o jogo umas 5 vezes e, sinceramente, nunca me cansei das vezes que recomecei.
Cada Dangers e Templos tem sua particuliaridade. O templo da floresta, achei ótimo, pois você usa pela primeira vez o arco e flecha e luta contra Phanton Gannon. É bem sinistro o desafio e tal. Você fica querendo descobrir em qual quadro ele vai aparecer.
Eu não joguei todos os Zelda's, mas sei que o Ocarina foi e é muito bom.

Joguei pouco Majoras Mask, mas não curti tanto. Tive a oportunidade de jogar Minish Cap e terminei também, achei muito bom por sinal.

Bem, voltando a falar sobre Ocarina of Time, quem não se lembra do Water Temple? Sobe agua, baixa agua, pqp. E o link do "mau" Dark Link? Vixe!

A espada Big Goron? As mascaras? Sheik? Shadows of Temple? Bolero do Fogo? E o escudo espelho? As botas flutuantes? Minino, é tanta coisa legal para se usar.

Quanto ao gráfico, acho que ainda sou do tempo em que diverção e qualidade no enredo supera gráfico. Sério!

Se eu ficar escrevendo, falarei demais aqui, mas eu recomendo e te parabenizo por ter se interessado em jogar o game.
Não foi atoa que refizeram para o 3ds.
Me deu um vontade da porra de jogar novamente.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Análise] The Legend of Zelda: Ocarina of Time

Mensagem por Hekonzord em Sex 10 Maio 2013, 17:54

jonathanalis escreveu:mt bom o review.
ocarina é muito bom.
mas considerando os fatores q vc avaliou no ocarina, e as notas, vc TEM q jogar o majoras mask:

Eu pretendo jogar Majora's Mask, falam que é bem curto mas que é muito memorável, mas primeiro terminarei Ocarina of Time.

Robwood escreveu:Henko, parabéns amigo por sua análise e sua sinceridade sobre a opinião do jogo. Achei corajoso de sua parte fazer essa análise, pois, um jogo como esse, já foi falado pelos 4 cantos do mundo. Gostei mesmo e achei original alguns pontos.

Poxa, muito obrigado Rob ^^
Realmente, OoT tem vários momentos marcantes e uma das grandes qualidades do game são as várias possibilidades de itens para se usar, cada um com uma finalidade e que podemos improvisar com outros, gosto muito dessa diversidade.

Hekonzord
Veterano Nv.MÁX
Veterano Nv.MÁX

Karma Karma : 495
Posts Posts : 3502

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Análise] The Legend of Zelda: Ocarina of Time

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 16:06


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum